CGD

Governo adia recapitalização da Caixa

Mário Centeno. Fotografia: MANUEL DE ALMEIDA/LUSA
Mário Centeno. Fotografia: MANUEL DE ALMEIDA/LUSA

Governo tenta evitar efeitos da recapitalização no défice desde ano. O impacto ainda está a ser analisado pelas instituições europeias

A recapitalização da Caixa Geral de Depósitos vai passar para 2017. A notícia é avançada pelo jornal de Negócios que justifica o adiamento com a proteção do défice orçamental e de um possível impacto do reforço de capital.

O adiamento, segundo adianta a edição desta quinta-feira, já foi autorizado pelo Banco Central Europeu, e fará com que a primeira parte da capitalização que estava prevista ainda para este ano fique apenas para a primeira semana de 2017.

Em causa está a conversão em capital de 900 milhões de euros em CoCos, a que se juntam os juros vencidos e a transmissão de 49% da Parcaixa para a CGD. As duas operações aumentam o capital da instituição em pelo menos 1428 milhões e serão seguidas de uma injeção de 6000 milhões de euros.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Outros conteúdos GMG
Hoje
Diretor-geral da fábrica da PSA Mangualde, José Maria Castro, fotografado na linha de montagem. (Fernando Fontes / Global Imagens )

Futuro da PSA Mangualde depende de apoio do Governo a projeto de 18 milhões

Jerónimo Martins é dona do Pingo Doce

Lojas Pingo Doce “que estavam perto da Mercadona cresceram”

Hebe

Jerónimo Martins expande marca Hebe para Eslováquia e República Checa

Governo adia recapitalização da Caixa