Novo Banco

Lone Star promete trabalhar incansavelmente para conseguir comprar Novo Banco

Fundo norte-americano identifica "enorme potencial por explorar" no Novo Banco e promete investir na instituição

O fundo Lone Star promete “trabalhar incansavelmente” nas negociações com o Banco de Portugal, Fundo de Resolução e governo português para assegurar a compra do Novo Banco, depois de ter sido apontado como o candidato em melhor condições pelo supervisor bancário.

Ontem, já perto da meia-noite, o Banco de Portugal comunicou oficialmente ter decidido convidar o fundo de investimento Lone Star a “aprofundar negociações” para a compra do Novo Banco, não tendo porém riscado qualquer outro dos candidatos. O supervisor pretende com esta nova ronda negocial “minimizar ou retirar” os riscos que as ofertas representam para os contribuintes.

No comunicado de ontem, o Banco de Portugal referiu que apesar da proposta da Lone Star ser aquela em melhores condições para tomar o Novo Banco, a verdade é que a mesma apresenta “condicionantes” com potencial impacto nas contas públicas, as tais questões que devem ser retiradas ou minimizadas, caso contrário o negócio será chumbado pelo governo.

Agora, e em reação às posições assumidas pelo Banco de Portugal mas também pelas Finanças já hoje, a Lone Star salienta a sua disponibilidade para “trabalhar incansavelmente” na nova ronda negocial com as autoridades portugueses de modo a atingir um benefício de longo prazo para “clientes, colaboradores e credores” do banco mas também para a “economia portuguesa em geral”.

Sobre a disponibilidade de deixar cair as condicionantes propriamente ditas, nada é referido pelo fundo de investimento.

“Vamos continuar a trabalhar incansavelmente com o Banco de Portugal, o Fundo de Resolução e o governo português para assegurar um acordo final para apoiar a reestruturação do Novo Banco, para um benefício de longo prazo dos seus clientes, colaboradores, credores e da economia portuguesa em geral”, diz Oliver Brahin, presidente da empresa para a Europa, citado no comunicado.

Salientando que reconhece “que o Novo Banco tem um enorme potencial por explorar”, a Lone Star promete que vai investir no banco caso venha a ficar com o mesmo, manifestando-se “muito otimista” face ao futuro da economia portuguesa e prometendo “disponibilizar o capital, recursos e os conhecimentos” para que o ex-BES continue a ser um pilar forte da banca em Portugal.

“Compreendemos a importância de dar os passos necessários, em parceria com todos os stakeholders do Novo Banco, para ajudar a restabelecer a saúde financeira da instituição, numa perspectiva de longo prazo”, refere o fundo a terminar o comunicado.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Hoje
Visita de Angela Merkel à Bosch, em Braga. A chanceler alemã foi
acompanhada pelo primeiro-ministro, António Costa.
Fotografia: Artur Machado/ Global Imagens

O país aguenta uma nova crise? Agências de rating divididas

Lisboa, 19/7/2019 - Eduardo Marques, Presidente da AEPSA- Associação das Empresas Portuguesas para o Sector do Ambiente-  uma associação empresarial, criada em 1994, que representa e defende os interesses coletivos das empresas privadas com intervenção no setor do ambiente,
(Reinaldo Rodrigues/Global Imagens)

Eduardo Marques. “Há um grande espaço para aumentar as tarifas da água”

Fotografia: Gleb Garanich/ Reuters.

Greve: Ryanair diz que não houve cancelamento de voos esta manhã

Outros conteúdos GMG
Lone Star promete trabalhar incansavelmente para conseguir comprar Novo Banco