Lucro do Finantia aumenta 92% no primeiro semestre

ng4577935

O Banco Finantia registou um resultado líquido consolidado de 11,7 milhões de euros no primeiro semestre deste ano, o que representa um aumento de 92% face aos 6,1 milhões de euros do período homólogo de 2014.

“O produto bancário aumentou para 51,4 milhões de euros (44,3 milhões de euros em 2014), não obstante a redução das comissões líquidas e outros proveitos. Esta redução foi largamente compensada pelo aumento dos outros resultados em operações financeiras”, referiu o banco em comunicado.

Os custos operacionais aumentaram de 11 milhões para 12,1 milhões de euros, colocando o rácio de eficiência (cost-to-income) em 23%. As imparidades registaram uma melhoria, reduzindo-se em 19% para 13 milhões de euros.

Em termos de “depósitos de clientes atingiram os 637 milhões de euros, mais 6% que os 603 milhões de euros registados no final de 2014. Este valor confirma a tendência positiva dos últimos exercícios, a estratégia de alargamento da base de clientes do Banco Finantia e o fortalecimento da presença da sua banca privada, quer em Portugal quer em Espanha”, acrescentou o banco.

O aumento dos depósitos de clientes e de financiamento com colateral (repos) “permitiu reforçar a posição de liquidez do banco e conduziu à redução de 24% do montante utilizado nas operações de refinanciamento junto do Banco Central Europeu”, referiu a instituição.

O rácio de solidez common equity tier 1 (CET1) aumentou para 19,1 %, tendo o rácio de solvabilidade (Total Capital) registado valor igual ao CET1. Em final de 2014 estes rácios situavam-se respetivamente em 18,0% e 19,7%. Aplicando na totalidade as novas normas prudenciais de Basileia III, sem regime transitório, o CET1 e o rácio total seriam ambos de 20,6%.

Em 2015 o “Finantia expandiu a sua atividade operacional em diversas áreas mantendo o seu foco estratégico na banca privada e nos serviços e atividades de apoio a empresas, nomeadamente: mercado de capitais, ‘trade finance’ e ‘corporate finance'”, adiantou a instituição financeira, em comunicado.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Hoje
(Artur Machado / Global Imagens)

Dinheiro Vivo mantém-se líder digital dos económicos

(Artur Machado / Global Imagens)

Dinheiro Vivo mantém-se líder digital dos económicos

O ex-governador do Banco de Portugal (BdP), Vítor Constâncio, na II Comissão Parlamentar de Inquérito à Recapitalização da Caixa Geral de Depósitos e à Gestão do Banco, na Assembleia da República. TIAGO PETINGA/LUSA

BCP, Berardo e calúnias. As explicações de Constâncio no inquérito à CGD

Outros conteúdos GMG
Lucro do Finantia aumenta 92% no primeiro semestre