banca

Maior banco de investimento da América Latina chega a Portugal

Ricardo Borgerth
Ricardo Borgerth

Ricardo Borgerth, sócio do banco com 16 anos de atuação na área de 'Wealth Management' vai liderar a operação do BTG Pactual em Portugal.

O brasileiro BTG Pactual, o maior banco de investimento independente da América Latina, anunciou o início das suas operações em Portugal, com a abertura de um escritório em Lisboa.

“O head da operação será Ricardo Borgerth, sócio do banco com 16 anos de atuação na área de Wealth Management (gestão de fortunas) da instituição”, refere o banco num comunicado.

“A princípio, o foco será atender e captar clientes da área de Gestão de Fortunas, que conta com aproximadamente 40 mil milhões de dólares (36,1 mil milhões de euros) sob gestão”, adianta.

O BTG Pactual alarga assim à Europa as suas operações na área de gestão de património, que até agora se cingiam a países da América Latina e aos Estados Unidos.

Segundo o banco, a operação de Lisboa “também atenderá clientes que vivem em outros países do continente (europeu), oferecendo os serviços de Planeamento Patrimonial, Family Office, Carteiras Administradas, Investimentos Alternativos e Corporate Advisory, entre outros.

“Nós já vínhamos atendendo de forma remota uma gama de clientes na Europa, mas com grande concentração em Portugal por conta da migração de brasileiros para o país. A ideia de abrir o escritório surgiu para estarmos mais próximos dessas pessoas e para oferecer a novos clientes toda a sofisticação, expertise e retorno do BTG Pactual, que já são amplamente reconhecidos”, afirmou Borgerth, citado no comunicado. “(A) nossa meta é triplicar o valor atual sob gestão nos próximos três a cinco anos”, adiantou.

O banco fornece aos clientes o acesso a uma plataforma aberta, oferecendo produtos próprios e de terceiros.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Outros conteúdos GMG
Hoje
lisboa casas turismo salarios portugal

Turismo em crise já pensa no day after

O ministro da Economia, Pedro Siza Vieira. TIAGO PETINGA/LUSA

Governo estima que mais de um terço dos empregados fique em lay-off

Mário Centeno, Ministro das Finanças.
Fotografia: Francois Lenoir/Reuters

Folga rara. Custo médio do petróleo está 10% abaixo do previsto no Orçamento

Maior banco de investimento da América Latina chega a Portugal