associação montepio

Marques Mendes. Há uma “reviravolta” no negócio do Montepio com a Santa Casa

Tomás Correia, Presidente da Associação Mutualista do Montepio. Fotografia: Orlando Almeida / Global Imagens
Tomás Correia, Presidente da Associação Mutualista do Montepio. Fotografia: Orlando Almeida / Global Imagens

O Governo deixou cair a ideia de fazer entrar a Santa Casa da Misericórdia de Lisboa com 200 milhões de euros no capital do Montepio. Haverá participação mas “modesta”.

“Uma má notícia para o Governo mas uma boa notícia para o país”. Luís Marques Mendes contou esta noite na SIC que fracassou o negócio Santa Casa da Misericórdia de Lisboa/Montepio, pelo menos nos termos em que estava inicialmente previsto (a SCML entraria com 200 milhões de euros).

Para o comentador político, está-se perante uma “reviravolta” e surgiram três sinais disso: A decisão, segundo o Provedor [da SCML, Edmundo Martinho] era para ser tomada em Janeiro” mas já “estamos em Março e ainda não há decisão, porque tudo mudou”; por outro lado, “a avaliação do Montepio feita pelo Haitong ficou muito abaixo dos 2 mil milhões” e “tão abaixo que a Misericórdia escondeu o valor exato”; por último, “a indicação de Manuel Teixeira para administrador não executivo [do Montepio] é outro sinal de que a operação inicial não se faz”. Porque “se se fizesse, a Misericórdia teria um administrador executivo”.

Leia mais em www.dn.pt

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Hoje
Antonoaldo Neves EPA/GUILLAUME HORCAJUELO

TAP contrata mil tripulantes, traz 37 aviões novos e liga o Whatsapp (de graça)

Fotografia: João Girão/Global Imagens

Autoeuropa pode parar a qualquer momento por falta de espaço para os carros

gaspar fmi contas públicas défice dívida

FMI. Dívida mundial atinge máximo histórico de 162 biliões de euros

Outros conteúdos GMG
Conteúdo TUI
Marques Mendes. Há uma “reviravolta” no negócio do Montepio com a Santa Casa