banca

Miguel Maya: Empréstimo ao BCP foi “dos melhores investimentos do Estado”

Miguel Maya, CEO do BCP Fotografia: António Pedro Santos /LUSA
Miguel Maya, CEO do BCP Fotografia: António Pedro Santos /LUSA

O presidente executivo do BCP referiu que o nenhum contribuinte foi prejudicado com a 'ajuda' estatal ao banco.

O presidente executivo do Millennium bcp defendeu esta sexta-feira que “talvez, dos melhores investimentos que o Estado fez foi ter emprestado dinheiro ao BCP”.

Miguel Maya lembrou que o banco pagou a totalidade dos 3000 milhões de euros que recebeu de empréstimo estatal. “Entre juros e comissões pagámos 1000 milhões (de euros). Não houve nenhum português prejudicado com isso”, afirmou, à margem da cerimónia de celebração de uma parceria com a gigante chinesa UnionPay para a emissão de cartões de pagamento.

Indicou que os contribuintes, não só foram ressarcidos, como receberam juros e comissões e que os prejudicados com os empréstimos foram os acionistas do BCP.

Em atualização

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Hoje

Página inicial

Página inicial

REUTERS/Stephen Lam/File Photo

Moedas como Libra do Facebook podem diminuir poder dos bancos centrais

Outros conteúdos GMG
Miguel Maya: Empréstimo ao BCP foi “dos melhores investimentos do Estado”