MB Way

MB Way: Clientes isentos estão a ser cobrados indevidamente. Saiba o que fazer

MB way | MBWay
(Leonel de Castro/Global Imagens)

O BCP confirma que recebeu queixas de clientes e está a devolver os valores cobrados de forma indevida a quem está isento de comissão.

O Millennium bcp tem cobrado uma comissão de 1,20 euros nas transferências MB Way efetuadas por alguns clientes que estão isentos.

Clientes do banco que estão isentos do pagamento dessa comissão relataram ao Dinheiro Vivo que foram surpreendidos com a cobrança por parte do BCP de um custo de 1,20 euros pelo uso do serviço que permite transferências imediatas.

Entre as reclamações, há casos de clientes com idade inferior a 23 anos, que estão isentos da comissão no popular serviço da SIBS, mas aos quais foi cobrado um custo pelo serviço.

O BCP confirma que recebeu queixas de clientes pela cobrança indevida de comissão no MB Way. “O banco está a resolver a situação e a fazer o estorno do que foi cobrado”, disse fonte oficial do BCP. O banco ainda está a averiguar a porque foi cobrada comissão a clientes que estão isentos, apontando que deverá ter-se tratado de um problema técnico.

O BCP começou a cobrar um custo nas transferências MB Way a partir do dia 17 de junho, passando a cobrar 1,20 euros por cada operação realizada na aplicação da SIBS. Para os clientes que utilizem a aplicação do BCP, o custo é de 0,5 euros por transferência.

Mas mais de 60% dos clientes do banco estão isentos. O BCP oferece isenção a mais de um milhão de clientes, incluindo os que têm menos de 23 anos ou os que usam uma solução bancária em pacote.

O que fazer em caso de cobrança indevida pelo banco

O BCP e BPI estão entre os bancos que já cobram um custo por transferências MB Way. No caso do BPI, desde o dia 1 de maio que cobra 1,20 euros por cada operação feita através da app MB Way, acrescido do imposto do selo. Os clientes que usem a app do banco não pagam nada pelo serviço. O Santander também anunciou que planeia começar a aplicar uma comissão ao serviço.

Outros bancos, como a Caixa Geral de Depósitos e o Novo Banco, têm uma comissão prevista nos respetivos preçários para transferências MB Way mas garantem que não estão a cobrar nada aos clientes, para já.

Se um cliente bancário utiliza o MB Way, deve verificar qual o preçário que o seu banco aplica ao serviço.

Se o cliente verificar que está isento do pagamento de comissão nas transferências MB Way e lhe for cobrado um custo pelo seu banco pela utilização do serviço, deve contactar a instituição bancária e pedir a devolução do valor cobrado indevidamente.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Hoje
Ricardo Mourinho Félix, Secretário de Estado Adjunto e das Finanças. 
( Filipa Bernardo/ Global Imagens )

“Cidadãos não vão tolerar situações que ponham estabilidade financeira em risco”

Ricardo Mourinho Félix, Secretário de Estado Adjunto e das Finanças. 
( Filipa Bernardo/ Global Imagens )

“Cidadãos não vão tolerar situações que ponham estabilidade financeira em risco”

Lisboa, 22/11/2019 - Money Conference, Governance 2020 – Transparência e Boas Práticas no Olissippo Lapa Palace Hotel.  António Horta Osório, CEO do Lloyds Bank

( Filipa Bernardo/ Global Imagens )

Horta Osório: O malparado na banca portuguesa ainda é “muito alto”

Outros conteúdos GMG
MB Way: Clientes isentos estão a ser cobrados indevidamente. Saiba o que fazer