Dinheiro

Monese anuncia parceria com PayPal

Fotografia: Direitos Reservados
Fotografia: Direitos Reservados

As novas funcionalidades já estão disponíveis no Reino Unido e vão estar disponíveis nos restantes países europeus nos próximos meses.

A britânica Monese, uma concorrente dos bancos tradicionais, fechou uma parceria com a PayPal que vai permitir aos seus clientes ter acesso a novas ferramentas financeiras, como gerir a sua conta PayPal através da Monese.

As novas funcionalidades “já estão disponíveis para as contas particulares da Monese no Reino Unido e vão estar disponíveis nos restantes países europeus nos próximos meses”, refere a fintech num comunicado divulgado esta quinta-feira.

A parceria permite, por exemplo, que os clientes possam utilizar a Monese nas contas PayPal para fazer pagamentos online, no telemóvel e na aplicação. Podem também adicionar um cartão às suas carteiras digital da PayPal para que possam enviar dinheiro ou comprar.

“Na prática, os clientes da Monese podem gerir o dinheiro na sua conta PayPal, bem como outras finanças e pagamentos, através da aplicação da Monese”, diz a britânica.

“Trabalhamos para um público cada vez maior e incrivelmente internacional que viaja para estudar, trabalhar, ou para a reforma e que são utilizadores ativos da PayPal. Estes clientes pretendem cada vez mais uma maior liberdade financeira e, através da nossa parceria com a PayPal, terão mais opções e mais acesso a negócios em todo o mundo”, afirmou Norris Koppel, presidente executivo e fundador da Monese, citado no comunicado.

“Muitos dos clientes da Monese usam a aplicação como conta bancária principal e queremos atendê-los na nossa plataforma, à medida que continuamos a fazer parcerias com novos serviços e experiências”, disse Jennifer Marriner, vice-presidente dos mercados globais e parcerias da norte-americana PayPal, citada no mesmo comunicado.

A Monese anunciou recentemente que atingiu a fasquia de 1 milhão de utilizadores, com o crescimento de clientes a triplicar em 2018, e que está a captar mais de 3.000 clientes diários.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Outros conteúdos GMG
Hoje
coronavirus lay-off trabalho emprego desemprego

Empresas com quebras de 25% vão poder pedir apoio à retoma

Lisboa,  29/09/2020 - Ursula Von der Leyen, Presidente da Comissão Europeia.
(Paulo Alexandrino/Global Imagens)

“Temos de ser cuidadosos em relação à dívida, no longo prazo ela terá de descer”

ANTONIO COTRIM/ LUSA

Governo aposta no clima e competências para recuperação – mas sem empréstimos

Monese anuncia parceria com PayPal