banca

Montepio entra na corrida e reduz spread mínimo para 1,175%

Fotografia: Sarah Costa/Global Imagens
Fotografia: Sarah Costa/Global Imagens

O novo valor surge no âmbito da celebração dos 175 anos da instituição financeira.

A “guerra dos spreads” tem se vindo a acentuar neste início de ano. Nos primeiros meses de 2019, são já quatro os bancos que reduziram a margem mínima cobrada aos clientes no crédito à habitação. Depois do BPI, Crédito Agrícola e Santander, foi a vez do Montepio.

O banco reviu em baixa o spread mínimo de 1,50% para 1,175%, segundo consta da atualização do preçário que entrou em vigor na quarta-feira, 27 de março. Depois desta descida, apenas o Bankinter e o Banco CTT apresentam valores inferiores.

O novo valor surge no âmbito da celebração dos 175 anos da instituição financeira liderada por Dulce Mota. A campanha dos 175 anos do Banco Montepio dura 175 dias, até 30 de setembro, mas a instituição adianta, em comunicado, que as condições contratadas vão vigorar durante todo o prazo do contrato.

Para que os clientes consigam este spread mínimo, podem subscrever um conjunto de produtos ou serviços exigidos pelo banco ou passar a ter o pai ou a mãe como cliente habitual do banco.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Hoje
O ministro das Finanças, Mário Centeno. Fotografia: JOSÉ SENA GOULÃO/LUSA

Centeno mantém crescimento de 1,9% este ano. Acelera para 2% no próximo

O ministro das Finanças, Mário Centeno. Fotografia: José Sena Goulão/Lusa

Dívida pública desce mais devagar do que o previsto

desemprego Marcos Borga Lusa

Taxa de desemprego nos 5,9% em 2020. A mais baixa em 17 anos

Outros conteúdos GMG
Montepio entra na corrida e reduz spread mínimo para 1,175%