montepio geral

Montepio: Mutualista lança OPA sobre títulos que não detém

Mutualista quer comprar os 26,5% do capital do banco que ainda não detém. OPA pode custar 106 milhões e tirar Montepio da bolsa

A Associação Mutualista, dona da maioria do banco Caixa Económica Montepio, lançou uma oferta pública de aquisição sobre as unidades de participação representativas do capital da Caixa Económica Montepio Geral (CEMG) que ainda não detém. O anúncio preliminar foi comunicado através da CMVM e a oferta é de um euro por unidade, valor que duplica a cotação atual dos títulos.

A OPA integra-se na transformação do banco Montepio Geral em sociedade anónima, momento a partir do qual as atuais unidades de participação são transformadas em ações. Sendo este passo um dos que estão a ser dados para abrir o capital do Montepio a entidades de fins sociais, a Mutualista procura desta forma comprar as unidades representativas de 26,5% do capital do banco que ainda não detém para posterior ‘redistribuição’. A oferta implica ainda a saída de bolsa do Montepio.

Segundo a informação avançada pela Mutualista, caso a oferta de um euro por unidade de participação seja aceite na íntegra, a operação obrigará a investir 106 milhões de euros na compra das “Unidades de Participação relativamente às quais poderá haver uma aceitação na Oferta”, ou seja, os tais 26,5%. A oferta de um euro por cada um destes títulos compara com o valor em mercado dos mesmos, hoje ligeiramente abaixo dos 50 cêntimos de euro.

“A Oferta visa assegurar um tratamento equitativo aos detentores das Unidades de Participação, dando-lhes a possibilidade de alienarem estes valores mobiliários integrantes do património social da CEMG ao Oferente, por um preço correspondente ao respetivo valor nominal, em momento prévio à conversão das Unidades de Participação em ações”, explica a Mutualista.

“O objetivo último do Oferente é assegurar que, na sequência da referida transformação da Entidade Visada em sociedade anónima, o capital social da CEMG venha a ser detido, na maior extensão possível, por entidades da economia social”, aponta o anúncio agora publicado.

A OPA visa assim aumentar o stock de ações do Montepio em mãos da Mutualista, para que estas sejam posteriormente “distribuídas” pelas entidades da economia social que vierem a manifestar-se interessadas no projeto de criação de um banco social entre o Montepio e a Santa Casa da Misericórdia de Lisboa.

Em caso de sucesso, a Mutualista avançará para “o mecanismo de perda da qualidade de sociedade aberta”, informa ainda o anúncio preliminar. A oferta será agora analisada pela Comissão do Mercado de Valores Mobiliários antes de poder avançar-se com o registo prévio da mesma.

Mutualista e Caixa Económica

O capital da Caixa Económica Montepio está dividido em dois: por um lado existem estas Unidades de Participação, cotadas em bolsa, e representativas do Fundo de Participação integrante do património social da CEMG. São 400 milhões de títulos, dos quais pouco mais de 293 milhões estão em mãos da Associação Mutualista. Os 106 milhões de fora são então os visados por esta OPA.

Além das Unidades de Participação, há depois o capital institucional da Caixa Económica Montepio, num valor pouco acima de dois mil milhões de euros, e detido integralmente pela Associação Mutualista, que desta forma assegura 100% dos direitos de voto.

O anúncio da OPA surgiu quatro dias após o anúncio da assinatura de um memorando de entendimento entre a Mutualista e a Santa Casa para a entrada desta ultima no capital do banco, além de outras entidades da economia social.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Hoje
Visita de Angela Merkel à Bosch, em Braga. A chanceler alemã foi
acompanhada pelo primeiro-ministro, António Costa.
Fotografia: Artur Machado/ Global Imagens

O país aguenta uma nova crise? Agências de rating divididas

Lisboa, 19/7/2019 - Eduardo Marques, Presidente da AEPSA- Associação das Empresas Portuguesas para o Sector do Ambiente-  uma associação empresarial, criada em 1994, que representa e defende os interesses coletivos das empresas privadas com intervenção no setor do ambiente,
(Reinaldo Rodrigues/Global Imagens)

Eduardo Marques. “Há um grande espaço para aumentar as tarifas da água”

Fotografia: Gleb Garanich/ Reuters.

Greve: Ryanair diz que não houve cancelamento de voos esta manhã

Outros conteúdos GMG
Montepio: Mutualista lança OPA sobre títulos que não detém