banca

Montepio sobe 99% em resposta à OPA

Bolsa Mutualista lançou OPA a um euro e mercado negociou até unidades de participação subirem para valor quase igual

O valor das unidades de participação da Caixa Económica Montepio Geral (CEMG) dispararam 99% ao longo da sessão de ontem, “colando-se” ao valor da oferta pública de aquisição (OPA) lançada pela Associação Mutualista sobre o capital do banco que ainda não detém.

A Mutualista anunciou na terça-feira, já ao final da tarde, o avanço preliminar de uma OPA sobre 26,5% do capital cotado em bolsa do Montepio, oferecendo um euro por cada unidade de participação visada. O valor comparava com os 50 cêntimos de euro de preço de fecho destas unidades no dia, tendo sido este “fosso” que foi colmatado ao longo da sessão de ontem. As unidades do Montepio subiram 99,20% até aos 99 cêntimos.

O capital da Caixa Económica Montepio está dividido em dois: por um lado tem uma fatia de capital institucional, pouco acima de dois mil milhões de euros, detidos integralmente pela Associação Mutualista.

Há depois um fundo de participação com 400 milhões de unidades cotadas em bolsa. O capital da CEMG totaliza assim 2,42 mil milhões de euros, dos quais 16,5% estão no fundo de participação, disperso em bolsa através de 400 milhões de unidades. Deste conjunto, 293 milhões de unidades já estão nas mãos da Mutualista e são os restantes 106 milhões que são visados pela OPA anunciada esta semana.

Considerando a totalidade do capital da CEMG, os 2,42 mil milhões, então a OPA da Mutualista visa assegurar 4,38% do mesmo. Se a oferta tiver sucesso, o Montepio será retirado de bolsa.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Hoje
Remessas de emigrantes voltam a disparar. Crescem 12,5% até julho

Remessas de emigrantes voltam a disparar. Crescem 12,5% até julho

O secretário Geral do Partido Socialista, António Costa (C) acompanhado pelo cabeça de lista do PS às eleições Europeias, Pedro Marques (E) e pelo Socialista Mário Centeno (D) num jantar comício em Setúbal no âmbito da campanha para as Eleições Europeias 2019. 22 de maio de 2019. MIGUEL A. LOPES/LUSA

Centeno aponta margem de 200 milhões para aumentos na Função Pública

O ministro das Finanças, Mário Centeno, discursa na  Convenção Nacional do PS a decorrer no Pavilhão Carlos Lopes, Lisboa, 20 de julho de 2019.  O Partido Socialista apresenta as suas propostas para as eleições legislativas de outubro, como conclusão das sessões organizadas sob o lema "Porque #TodosDecidem". MANUEL DE ALMEIDA/LUSA

Centeno. “No programa do BE passamos do fazer acontecer para fazer desaparecer”

Outros conteúdos GMG
Montepio sobe 99% em resposta à OPA