Montepio

Montepio suspende negociação e começa a sair de bolsa

Tomás Correia. Fotografia: ANDRÉ KOSTERS /LUSA
Tomás Correia. Fotografia: ANDRÉ KOSTERS /LUSA

Depois da conversão da instituição em sociedade anónima e da extinção do fundo de participação, o Montepio passará a controlar 99,7% da CEMG

O Montepio começou a sair da Bolsa de Lisboa. A instituição comunicou esta terça-feira a suspensão da negociação das unidades de participação da Caixa Económica, depois de terem sido publicados os resultados da oferta pública de aquisição (OPA) realizada pela Associação Mutualista sobre o Fundo de Participação. A Mutualista ficou com 98,3% da Caixa Económica Montepio Geral (CEMG).

A suspensão da negociação tem “efeitos a partir do dia 12 de setembro (inclusive) e até ao registo comercial definitivo da transformação da CEMG em sociedade anónima, agendado para dia 14 de setembro de 2017”, refere o Montepio em comunicado enviado à Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM).

A partir de sexta-feira, acrescenta o Montepio, as unidades de participação emitidas “serão excluídas do Euronext Lisbon, estando a efetiva exclusão condicionada ao efetivo registo comercial da transformação”. Depois da conversão da instituição em sociedade anónima e da extinção do fundo de participação, o Montepio passará a controlar 99,7% da CEMG.

Assim que a Associação Mutualista controlar 100% da CEMG – com a perda da qualidade de sociedade aberta -, poderá vender parte do capital a entidades da economia social, como relembrou na segunda-feira Tomás Correia, presidente da mutualista. A Santa Casa de Lisboa poderá ser uma das entidades a integrar o capital do Montepio; em junho, foi assinado um memorando de entendimento nesse sentido.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Hoje
GSFJ2392

“A sustentabilidade dos media depende de todos nós”

Alexandre Fonseca - CEO da Altice Portugal

Fotografia: Gerardo Santos

Alexandre Fonseca sobre 5G: “Portugal hoje posiciona-se na cauda da Europa”

Sebastião Lancastre, Easypay

Easypay. “Para sermos relevantes para os clientes temos de ouvi-los”

Outros conteúdos GMG
Montepio suspende negociação e começa a sair de bolsa