Óbito

Morreu Paul Volcker, o antigo presidente da Fed que domou a inflação

Paul Volcke liderou a Reserva Federal dos EUA entre 1979 e 1987.  REUTERS/Eduardo Munoz/File Photo
Paul Volcke liderou a Reserva Federal dos EUA entre 1979 e 1987. REUTERS/Eduardo Munoz/File Photo

Volcker foi o primeiro presidente da Fed a ter estatuto de celebridade enquanto banqueiro central, tendo ocupado o lugar de 1979 a 1987.

Paul Volcker, o presidente da Reserva Federal que domou a inflação norte-americana nos anos 80 e nas décadas seguintes, morreu esta segunda-feira, com 92 anos. Segundo a sua filha, Janice Zima, citada pela agência Reuters, o antigo presidente da Fed sofria de cancro da próstata.

Volcker foi o primeiro presidente da Fed a ter estatuto de celebridade enquanto banqueiro central, tendo ocupado o lugar de 1979 a 1987, período conhecido como o da “Grande Inflação”, altura em que as taxas de juro escalaram para os 22%. Conhecido também por “Tall Paul” – “Paul alto” -, media mais de dois metros, foi o líder da autoridade monetária dos Estados Unidos, com Jimmy Carter e Ronald Reagen na presidência.

A forma como combateu a inflação tornou-o como uma espécie de herói para Wall Street. Todos o respeitavam, apesar de ter de tomar decisões pouco populares na altura, para manter a economia nos eixos. Antes de liderar a política monetária do banco central mais poderoso do mundo, presidiu a Reserva Federal de Nova Iorque e trabalhou para o Departamento do Tesouro.

Em 2018, publicou um livro de memórias – “Keeping at It: The Quest for Sound Money and Good Government”, onde expressou a sua preocupação sobre o rumo que o governo federal estava a levar e a respetiva perda de respeito.

Depois de deixar o Fed, Volcker foi para a banca privada e regressou depois à política ao aceitar ser presidente do Conselho de Assessores para a Recuperação Económica, entre 2009 e 2011, com o presidente Barack Obama.

 

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Outros conteúdos GMG
Hoje
A Poveira, conserveira. Fotografia: Rui Oliveira / Global Imagens

Procura de bens essenciais dispara e fábricas reforçam produção ao limite

Fotografia: Regis Duvignau/Reuters

Quase 32 mil empresas recorrem ao lay-off. 552 mil trabalhadores em casa

coronavírus em Portugal (covid-19) corona vírus

266 mortos e 10 524 casos confirmados de covid-19 em Portugal

Morreu Paul Volcker, o antigo presidente da Fed que domou a inflação