banca

MP vai acusar Salgado de liderar organização criminosa dentro do BES

O ex-presidente do BES, Ricardo Salgado. Fotografia: PAULO CUNHA/LUSA
O ex-presidente do BES, Ricardo Salgado. Fotografia: PAULO CUNHA/LUSA

O jornal Público avança este sábado que o Ministério Público prepara-se para revelar o despacho de acusação do caso BES até quarta-feira.

O jornal Público (conteúdo fechado) escreve este sábado, 11 de julho, que o Ministério Público prepara-se para acusar Ricardo Salgado de ter sido o líder de uma organização criminosa dentro do Banco Espírito Santo (BES).

O Ministério Público estará inclinado para a tese de que Salgado liderou uma associação criminosa enquanto líder do Grupo Espírito Santo, tendo criado uma estrutura fraudulenta no interior do BES, sustentada no Departamento Financeiro e de Mercados, que estava a cargo do antigo diretor financeiro, Amílcar Morais Pires.

Esta organização foi montada sem o conhecimento da maioria da equipa de gestão e das entidades que fiscalizavam o banco, como o Banco de Portugal. Segundo o Público, o despacho de acusação deve ser revelado até à próxima quarta-feira, dia 15 de julho. A expectativa é que este caso possa produzir a mais grave acusação que já foi feita a um banqueiro em Portugal.

As informações a que o jornal teve acesso apontam para que Salgado tenha sido o cérebro e líder de uma rede, que tinha como missão cometer delitos de forma organizada. E com o objetivo ainda de realizar pagamentos ocultos, cometer fraude ao nível do comércio internacional e desviar fundos.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Outros conteúdos GMG
Hoje
apple one

Apple One junta vários serviços, chega a Portugal mas com limitações. O que tem

A  90ª edição da Micam, a feira de calçado de Milão, está agendada para os dias 20 a 23 de setembro, com medidas de segurança reforçadas. Fotografia DR

Calçado. Micam arranca este domingo e até há uma nova marca presente

Os ministros da Presidência do Conselho de Ministros, Mariana Vieira da Silva (C), Economia, Pedro Sia Vieira (E) e do Trabalho Solidariedade e Segurança Social, Ana Mendes Godinho (D). MANUEL DE ALMEIDA/POOL/LUSA

Portugal é o quarto país da UE onde é mais difícil descolar do mínimo

MP vai acusar Salgado de liderar organização criminosa dentro do BES