Emprego

Banco francês cria 600 empregos no Porto

Porto é cada vez mais procurado por turistas estrangeiros

Banco de investimento francês vai deslocalizar para Portugal parte dos sistemas informáticos e vai criar 600 empregos em três anos.

O banco de investimento francês Natixis vai deslocalizar parte da sua estrutura interna para o Porto, criando 600 postos de trabalho, segundo avança o jornal francês Les Echos.

O Natixis vai deslocalizar grande parte das atividades informáticas para Portugal. O projeto Atlas consiste em confiar a prestadores de serviços em França as atividades essenciais e o resto transferir para outros países, nomeadamente Portugal, à semelhança do que já fazem outros concorrentes do setor, nomeadamente o BNP Paribas, que também tem planeada a transferência para Lisboa de vários serviços.

O Natixis estima criar 600 postos de trabalho num horizonte de três anos. O banco de investimento, citado pelo jornal francês, justifica a escolha de Portugal pela sua competitividade e pelo “contexto económico favorável para o investimento estrangeiro”, além das competências linguísticas dos portugueses.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Hoje

Página inicial

O antigo ministro das Finanças, Teixeira dos Santos ouvido na II Comissão Parlamentar de Inquérito à Recapitalização da Caixa Geral de Depósitos e à Gestão do Banco. Assembleia da República, Lisboa, 19 de junho de 2019. MIGUEL A. LOPES/LUSA

As razões de Teixeira dos Santos – e aquilo que nunca soube

O antigo ministro das Finanças, Teixeira dos Santos ouvido na II Comissão Parlamentar de Inquérito à Recapitalização da Caixa Geral de Depósitos e à Gestão do Banco. Assembleia da República, Lisboa, 19 de junho de 2019. MIGUEL A. LOPES/LUSA

Teixeira dos Santos: Sócrates alertou que nomear Vara criaria “ruído mediático”

Outros conteúdos GMG
Banco francês cria 600 empregos no Porto