Novo Banco

“Novo Banco é um peixe muito grande para o Bankinter”

Bankinter formalizou a compra do negócio de retalho do Barclays a 1 de abril. Fotografia: REUTERS/Susana Vera
Bankinter formalizou a compra do negócio de retalho do Barclays a 1 de abril. Fotografia: REUTERS/Susana Vera

Bankinter está fora da corrida à compra do Novo Banco, mas está interessado em “captar clientes” ao Novo Banco e ao Banif.

Num encontro em Madrid com jornalistas portugueses, o diretor do gabinete de integração em Portugal, José Luís Vega, revela que a instituição não está interessada em concorrer à compra do banco que herdou os ativos saudáveis do BES.

“O Novo Banco é um peixe muito grande para o Bankinter”, esclareceu. “Esta é a primeira operação cooperativa [compra do Barclays em Portugal]. O objetivo é pôr em marcha a integração e a implementação do Bankinter em Portugal para alcançar os objetivos definidos”.

A segunda tentativa de alienação do Novo Banco foi formalmente lançada no passado dia 15 de janeiro, com o concurso para reforço dos assessores financeiros da operação. Concorrer à compra do Novo Banco “desviaria o Bankinter do seu foco”, sublinha o diretor do gabinete de integração em Portugal.

Sobre os casos do BES e do Banif, José Vega e Fernando Moreno, diretor da área comercial, referem que são “situações complexas”. Mas, simultaneamente, assumem que são “oportunidades para o Bankinter captar novos clientes”.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Outros conteúdos GMG
Hoje
Banco de Portugal

Bancos concederam moratórias a 741 623 empréstimos entre março e junho

Pingo Doce

PD. Sindicato quer impugnar no Tribunal “golpada” no referendo do banco de horas

Hiper Pingo Doce__00266

Sindicato leva banco de horas do Pingo Doce a tribunal

“Novo Banco é um peixe muito grande para o Bankinter”