Novo Banco

Novo Banco prevê redução de 1,7 mil milhões de malparado em 2020

Fotografia: TIAGO PETINGA/LUSA
Fotografia: TIAGO PETINGA/LUSA

O banco fechou o ano de 2019 com uma carteira de créditos não produtivos de 6.739 milhões de euros.

O Novo Banco prevê reduzir em 1,7 mil milhões de euros o seu crédito malparado em 2020, depois da diminuição de 3,3 mil milhões de euros efetuada no ano passado.

O banco fechou o ano de 2019 com uma sua carteira de créditos não produtivos de 6.739 milhões de euros, o que representa uma redução de 6,7 mil milhões de euros face à carteira de malparado detida em dezembro de 2017, refere o comunicado do banco divulgado esta sexta-feira com os resultados de 2019.

O peso do crédito malparado no crédito total do banco caiu cerca de 58% nos últimos dois anos, de 28,1% no final de 2017 para 11,8% no final do ano passado.

Excluindo os ativos tóxicos do BES, o rácio de malparado da atividade recorrente do Novo Banco situou-se em 3,6%, uma melhoria face aos 5,4% registados em 2018.

O Novo Banco anunciou hoje que registou um prejuízo de 1.058,8 milhões de euros em 2019, uma melhoria face ao resultado negativo de 1.412,6 milhões de euros registado no ano anterior.

O presidente executivo do banco, António Ramalho, confirmou na conferência de apresentação dos resultados, em Lisboa, que o Novo Banco vai pedir 1.037 milhões de euros ao Fundo de Resolução para se capitalizar, no âmbito do mecanismo de capital contingente acordado com o Estado na altura da venda da instituição, em 2017.

A compensação pedida pelo banco visa colmatar falhas de capital provocadas por perdas registadas com ativos tóxicos herdados do BES.

Atualizada às 18H57 com mais informação

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Outros conteúdos GMG
Hoje
O primeiro-ministro, António Costa, Pedro Siza Vieira, ministro de Estado, da Economia e da Transição Digital, e Ana Mendes Godinho, ministra do Trabalho, Solidariedade e Segurança Social.  MANUEL DE ALMEIDA/LUSA

Salários, crédito, moratórias e rendas. O que vai ajudar famílias e empresas

EPA/Enric Fontcuberta

Mais de 100 mil recibos verdes candidataram-se ao apoio à redução da atividade

A ministra da Saúde, Marta Temido.. JOSÉ SENA GOULÃO/LUSA

295 mortos e 11 278 casos confirmados de covid-19 em Portugal

Novo Banco prevê redução de 1,7 mil milhões de malparado em 2020