crédito

Novo crédito à habitação aumenta para valores antes da troika

Casas

Banco de Portugal anunciou este mês regras para prevenir excessos na concessão de crédito.

Os bancos abriram a torneira para o crédito à habitação em 2017. Em 217 emprestaram em média 690 milhões de euros por mês. E só no passado mês de dezembro os novos empréstimos à habitação totalizaram 819 milhões de euros, o valor mais elevado desde dezembro de 2010, ainda antes do pedido do programa de assistência financeira.

No total do ano, o valor dos novos empréstimos concedidos para a compra de caso foi de 8,6 mil milhões de euros, segundo dados divulgados esta quarta-feira pelo Banco de Portugal. Em 2016, tinham disponibilizado 5,8 mil milhões de euros.

O crescimento do ritmo da concessão do novo crédito levou o Banco de Portugal a fazer recomendações aos bancos no sentido de apertarem as condições dos novos empréstimos de forma a prevenir riscos para a estabilidade financeira que possam surgir no futuro. O supervisor quer evitar que o custo com as prestações dos empréstimos supere 50% do rendimento das famílias durante o período do empréstimo e caso as taxas de juro subam.

Apesar da concessão do novo crédito estar a subir para níveis anteriores à troika, o valor do stock total de crédito à habitação no balanço dos bancos ainda está a diminuir. Isso indicia que a concessão de novo crédito está a ser feita a um ritmo mais lento do que as amortizações de empréstimos que foram dados no passado. O stock baixou 1,64 mil milhões de euros para 98,7 mil milhões.

Mas essa diferença entre o valor dos novos empréstimos e o montante de créditos que vão sendo amortizados é cada vez menor.

 

Atualizada às 12:22

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Hoje
O ministro das Finanças, Mário Centeno MANUEL DE ALMEIDA/LUSA

Orçamento pode trazer novo alívio de 200 milhões de euros no IRS

Ponte 25 de Abril

Atrasos no concurso não comprometem arranque das obras na Ponte 25 de Abril

LEONARDO NEGRAO /Global Imagens

Grupo português investe 80 milhões na compra da Toys “R” Us Iberia

Outros conteúdos GMG
Novo crédito à habitação aumenta para valores antes da troika