Petróleo

Petróleo em Londres acima dos 56 dólares

Fotografia: Sergei Karpukhin/ Reuters
Fotografia: Sergei Karpukhin/ Reuters

Depois das fortes quedas registadas esta terça-feira, os preços do petróleo nos mercados internacionais dão sinais de alívio.

Os preços do petróleo nos mercados internacionais estão a dar sinais de alívio depois das fortes quedas registadas na última sessão, que levaram quer o Brent do Mar do Norte, quer o West Texas Intermediate a mínimos de vários meses.

O Brent do Mar do Norte, negociado em Londres e referência para as importações nacionais, avança 0,32% para 56,44 dólares por barril. Já o West Texas Intermediate, negociado em Nova Iorque, cresce 0,41% para 46,43 dólares por barril, de acordo com os dados da Bloomberg.

A negociação da matéria-prima nos mercados internacionais foi penalizada pela subida da produção, nomeadamente nos EUA. A evolução dos preços do petróleo ficou ainda marcada pelo discurso do presidente chinês, que garantiu que o país “nunca vai procurar a hegemonia”, mesmo quando se aproxima do centro do palco internacional.

Para esta quarta-feira está agendado o final do encontro da Reserva Federal dos Estados Unidos – banco central – e a autoridade monetária vai anunciar se vai proceder, ou não, a uma subida dos juros. Além disso, os investidores vão estar atentos para perceber que pistas deixa o banco central sobre a política monetária que vai adoptar no próximo ano.

 

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Outros conteúdos GMG
Hoje
(Fotografia: Pedro Granadeiro / Global Imagens )

Vendas de carros descem 71,6% em maio

O primeiro-ministro, António Costa. Fotografia: António Cotrim/Lusa

PIB pode registar quebra entre 9% a 15% em 2020

(Rui Manuel Fonseca / Global Imagens)

Produção na indústria portuguesa afundou 26% em abril

Petróleo em Londres acima dos 56 dólares