fintech

Portugal FinLab recebe 40 candidaturas, 30% das quais estrangeiras

Fotografia: EPA/WALLACE WOON
Fotografia: EPA/WALLACE WOON

O Portugal Finlab, lançado com o objetivo de fazer a ponte entre os supervisores do sistema financeiro e as fintech, recebeu 40 candidaturas.

O Portugal Finlab nasceu com a missão de constituir um canal de comunicação entre os três supervisores do sistema financeiro – Banco de Portugal, Comissão de Mercado de Valores Mobiliários (CMVM), Autoridade de Supervisão de Seguros e Fundos de Pensões (ASF) – e as fintech (tecnológicas que operam na área financeira).

A primeira edição deste projeto decorreu entre setembro de 2018 e abril de 2019 e recebeu “40 candidaturas, ou seja, quatro vezes mais do que as dez vagas disponíveis, das quais 30% são empresas estrangeiras”, de acordo com o comunicado.

Assim, 29 dos projetos que apresentaram candidatura são nacionais, três são britânicos, dois são suíços e da Bulgária, Holanda, EUA, Luxemburgo, Alemanha e Espanha, cada um, apresentou um projeto. “Foram critérios de seleção dos candidatos a necessidade de apoio regulatório; o caráter inovador do projeto; o estádio de desenvolvimento do projeto e os benefícios e riscos para o consumidor e para o setor financeiro”.

As empresas que foram selecionadas na primeira edição do Portugal Finlab foram: Infosistema, Utrust, Student Finance, Aplazame, Ecospend, Matchplace, Alliance Block, Bankonnect, Quidgest e Quantum Leap.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Hoje
Fernão de Magalhães

Quem pagou a expedição planetária de Magalhães? Um investidor vindo de Portugal

Fernão de Magalhães

Quem pagou a expedição planetária de Magalhães? Um investidor vindo de Portugal

Maria João Gala / Global Imagens

Centeno aponta margem de 200 milhões para aumentos na Função Pública

Outros conteúdos GMG
Portugal FinLab recebe 40 candidaturas, 30% das quais estrangeiras