Futuro da Banca

Processo de recapitalização da CGD quase fechado com Bruxelas

António Costa, primeiro-ministro. Fotografia: Gonçalo Delgado/Global Imagens
António Costa, primeiro-ministro. Fotografia: Gonçalo Delgado/Global Imagens

O primeiro-ministro considerou hoje que está quase concluído com a União Europeia o processo de recapitalização da Caixa Geral de Depósitos (CGD)

O primeiro-ministro considerou hoje que está quase concluído com a União Europeia o processo de recapitalização da Caixa Geral de Depósitos (CGD) e afirmou ser essencial Portugal preservar a médio um grande banco nacional privado.

António Costa assumiu estas posições perante a Câmara do Comércio, após ter ouvido críticas ao seu Governo por parte do antigo ministro social-democrata Mira Amaral ou do empresário Peter Villax.

Interrogado sobre a possibilidade de haver uma comissão de inquérito sobre a CGD, o líder do executivo remeteu-a para o quadro parlamentar, mas definiu como essencial a conclusão do processo de recapitalização da Caixa, que adiantou estar quase concluído com Bruxelas, e que este banco “100 por cento público” tenha “uma gestão profissional”.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Outros conteúdos GMG
Hoje
Fotografia: Sarah Costa/Global Imagens

Tomás Correia, Montepio e BNI Europa. O que está por detrás das buscas

A ministra da Modernização do Estado e da Administração Pública, Alexandra Leitão (E), fala durante a sua audição perante a Comissão de Orçamento e Finanças, conjunta com a Comissão de Administração Pública, Modernização Administrativa, Descentralização e Poder Local, na Assembleia da República, em Lisboa, 17 de janeiro de 2020. JOSÉ SENA GOULÃO/LUSA

Governo volta a negociar aumentos de 2020 com funcionários públicos

Greve escola função pública

Último ano da geringonça foi o de maior contestação na função pública

Processo de recapitalização da CGD quase fechado com Bruxelas