banca

Revolut, a rival digital dos bancos vai aceitar depósitos em Portugal

Revolut aplicação

A fintech britânica está a angariar entre 300 a 400 clientes portugueses por dia, um aumento de 50% face ao registado há três meses

A Revolut, um das rivais digitais da banca tradicional, atingiu os 100 mil clientes em Portugal e vai começar este ano a prestar serviços bancários e a aceitar depósitos dos clientes portugueses.

Adicionalmente, a fintech passou a disponibilizar a língua portuguesa no seu website e na sua aplicação.

“Além de ter atingido os 100 mil utilizadores, a Revolut também anunciou que estão a aderir entre 300 e 400 novos clientes em Portugal por dia, um aumento de 50% no crescimento de há três meses para cá”, destaca num comunicado.

“O mercado português é atualmente o oitavo maior mercado da Revolut na Europa, ficando ligeiramente atrás dos vizinhos Espanha e França”, adianta.

A fintech obteve recentemente uma licença bancária europeia e vai, “em breve, começar a oferecer serviços bancários aos clientes portugueses, como contas a descoberto e empréstimos pessoais e para empresas a juros competitivos face aos bancos tradicionais”.

“No final deste ano, os clientes portugueses vão poder começar a depositar os seus salários, que estarão protegidos até 100 mil euros sob o futuro esquema de Garantia de depósitos Europeu”, frisa.

Até agora, os clientes portugueses usam a Revolut para abrir contas em minutos, numa aplicação, transferir dinheiro e efetuar câmbios. Também a utilizam para pagamento de despesas em viagem e compra e venda de moedas virtuais, como a bitcoin.

“Temos um longo caminho a percorrer até que a Revolut seja a conta corrente principal e o cartão de débito diário no país. Penso que é importante destacar quanto dinheiro poupamos aos nossos utilizadores, oferecendo uma alternativa real aos bancos tradicionais e taxas exorbitantes, especialmente considerando que a maioria das contas bancárias em Portugal cobra uma taxa de serviço mensal que custa cerca de seis euros em média”, afirma Patricia Gómez, diretora de comunicação da Revolut Portugal citada no comunicado.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Hoje
Facebook's founder and CEO Mark Zuckerberg reacts as he speaks at the Viva Tech start-up and technology summit in Paris, France, May 24, 2018. REUTERS/Charles Platiau - RC11ABE16B10

Abusos nos dados privados pode custar ao Facebook entre 3 a 5 mil milhões

Foto: Global Imagens

Jovens licenciados portugueses com maior probabilidade de terem salários baixos

O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa,  intervem durante a sessão solene comemorativa dos 45 anos da Revolução de 25 de Abril na Assembleia da República em Lisboa, 25 de abril de 2019. ANTÓNIO COTRIM/LUSA

Presidente da República pede “mais ambição” para resolver problemas

Outros conteúdos GMG
Conteúdo TUI
Revolut, a rival digital dos bancos vai aceitar depósitos em Portugal