pagamentos

Revolut reforça parceria com Mastercard para entrar nos EUA

Revolut Portugal | Ricardo Macieira

A Revolut prevê entrar no mercado norte-americano até ao final deste ano.

A britânica Revolut – um dos rivais digitais dos bancos tradicionais – reforçou a sua parceria com a Mastercard para preparar a sua entrada nos Estados Unidos, o que deverá acontecer até ao final do ano.

“Até ao final do ano, as marcas lançarão as primeiras soluções da Revolut para o mercado norte-americano”, refere a fintech num comunicado divulgado esta terça-feira.

A Revolut, que tem uma licença bancária para operar na União Europeia, tem uma parceria com a Mastercard desde o seu lançamento, em 2015. A britânica oferece serviços de pagamentos através de uma aplicação e cartão pré-pago. Começou também a fornecer outros serviços financeiros, incluindo de negociação de ações.

“O anúncio de hoje confirma que as duas empresas terão uma parceria para, pelo menos, 50% de todos os cartões existentes e futuros emitidos pela Revolut na Europa. Além da Europa, o acordo também permitirá à Revolut cumprir as suas ambições de alcance global, sendo a principal a oferta de serviços financeiros aos consumidores nos EUA”, acrescenta.

A nova parceria permite à Revolut “chegar a 210 países e territórios” e surge depois de a fintech ter anunciado, no final de setembro deste ano, uma parceria com a Visa para entrar em mais de novos 20 mercados.

Atualizada às 12H28 com mais informação

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Outros conteúdos GMG
Hoje
O primeiro-ministro, António Costa (E), conversa com o ministro de Estado e das Finanças, Mário Centeno (D), durante o debate parlamentar de discussão na generalidade do Orçamento do Estado para 2020 (OE2020), esta tarde na Assembleia da República, em Lisboa, 09 de janeiro de 2020. MIGUEL A. LOPES/LUSA

Subida do PIB em 2019 chega aos 2,2% com revisão nas exportações de serviços

Foto - Leonardo Negrao

Deco: seguros de saúde não cobrem coronavírus, seguros de vida sim

Foto: D.R.

Easyjet. Ligações de Portugal com Itália não serão afetadas, por enquanto

Revolut reforça parceria com Mastercard para entrar nos EUA