banca

Santander anuncia fecho de 140 balcões no Reino Unido

Fotografia: REUTERS/Eloy Alonso
Fotografia: REUTERS/Eloy Alonso

O plano de reestruturação da rede de agências do Santander no Reino Unido vai afetar 1.270 trabalhadores do banco espanhol.

O Santander vai encerrar 140 balcões no Reino Unido, ou um quinto da sua rede de agências no país, no âmbito de um plano de reestruturação que vai afetar 1.270 trabalhadores do grupo financeiro espanhol.

Adianta, no anúncio feito esta quarta-feira, que “espera conseguir redistribuir cerca de um terço dos (trabalhadores) afetados” por outras funções.

“O Santander vai reter uma rede nacional de 614 balcões após as mudanças propostas”, afirma no mesmo comunicado.

O banco vai ainda remodelar 100 das suas agências bancárias no país nos próximos dois anos, num investimento de 55 milhões de libras (62,5 milhões de euros).

“O número de transações efetuadas através dos balcões do Santander caiu 23% nos últimos três anos, enquanto as transações através dos canais digitais cresceram 99% no mesmo período”, explica o banco.

Em dezembro, o Santander foi multado em 32,8 milhões de libras (36,9 milhões de euros) pela Autoridade de Conduta Financeira no Reino Unido por reter milhões de libras de clientes falecidos nas suas contas até 21 anos depois da sua morte.

O Reino Unido está em curso de sair da União Europeia – Brexit -, não estando ainda fixado um acordo com as condições relativas à forma como será feita a saída. A medida tem levado o setor financeiro a sair de Londres.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Hoje
Emmanuel Macron, Pedro Sanchez, Angela Merkel, Donald Tusk, Jair Bolsonaro e Mauricio no G20 de Osaka, Japão, 29 de junho de 2019. Fotografia: REUTERS/Jorge Silva

Vírus da guerra comercial já contamina acordo entre Europa e Mercosul

Fotografia: Armando Babani/ EPA.

Sindicato do pessoal de voo lamenta “não atuação do Governo” na Ryanair

O presidente da China, Xi Jinping, fez uma visita de Estado a Portugal no final de 2018. Fotografia: Filipe Amorim/Global Imagens

Angola e China arrastam exportações portuguesas. Alemanha e Itália ainda não

Outros conteúdos GMG
Santander anuncia fecho de 140 balcões no Reino Unido