banca

Santander: Saíram mais de 200 trabalhadores do banco em 2018

O CEO do banco Santander, Pedro Castro e Almeida na apresentação dos resultados anuais de 2018 do banco Santander, esta manhã na sede do mesmo em Lisboa, 4 de fevereiro de 2019. MIGUEL A. LOPES/LUSA
O CEO do banco Santander, Pedro Castro e Almeida na apresentação dos resultados anuais de 2018 do banco Santander, esta manhã na sede do mesmo em Lisboa, 4 de fevereiro de 2019. MIGUEL A. LOPES/LUSA

O banco fechou 2018 com 523 balcões e 6492 trabalhadores em Portugal, menos 200 do que o número de funcionários que o Santander tinha um ano antes.

Saíram do Santander Totta mais de 200 trabalhadores em 2018, ano em que o banco encerrou 100 balcões em Portugal.

Pedro Castro e Almeida, novo presidente executivo do banco, justificou a redução do número de trabalhadores do banco em 2018 sobretudo com acordos de rescisão e reformas antecipadas.

Também indicou que foram encerrados 100 balcões, como previsto, e admite que pode haver fusão de agências no futuro.

Disse que o banco se quer posicionar mais como um prestador de serviços financeiros, alertando para o novo mundo em que cada vez mais peso do mundo digital e novos rivais da banca junto dos consumidores.

No entanto, o banco vai abrir mais três agências com espaços diferenciados, incluindo uma zona para reuniões e cafetaria. O banco abriu o seu primeiro work café em Portugal nas Amoreiras, em Lisboa, no final de 2018. As próximas aberturas serão em Coimbra, Espinho e Porto.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Hoje
5D5BF6F7-69DF-4F33-9B33-A8FE9E3B1547

O fim dos concessionários? Na era digital, por cá ainda se compra o carro no stand

O presidente da China, Xi Jinping, fez uma visita de Estado a Portugal no final de 2018. Fotografia: Filipe Amorim/Global Imagens

Angola e China arrastam exportações portuguesas. Alemanha e Itália ainda não

( Jorge Amaral/Global Imagens )

Preços das consultas da ADSE ainda em aberto

Outros conteúdos GMG
Santander: Saíram mais de 200 trabalhadores do banco em 2018