BPI

Ulrich diz ter “boas hipóteses” de ser reconduzido no BPI

Fernando Ulrich e  Artur Santos Silva. Fotografia: Lisa Soares / Global Imagens
Fernando Ulrich e Artur Santos Silva. Fotografia: Lisa Soares / Global Imagens

Desblindagem dos estatutos do BPI deve permitir ultrapassar veto da Santoro à alteração de regra, já que CaixaBank votará com a totalidade das ações

Fernando Ulrich, CEO do BPI, acredita ter “uma boa hipótese” de continuar na liderança do banco num novo mandato, isto apesar do chumbo de ontem pela assembleia-geral do BPI ao aumento da idade máxima para o CEO deste banco, hoje nos 62 anos.

O mandato do atual presidente do BPI termina em abril do próximo ano e, considerando o chumbo de ontem, estaria impedido de ser reconduzido no cargo. Contudo, nos próximos doze meses muito deve mudar no universo interno do BPI e também nas leis que regulam a banca.

“A partir do fim do mandato, o cenário central é que os estatutos do BPI vão ser desblindados”, apontou Fernando Ulrich depois de questionado sobre o seu futuro profissional, já dando como certa o fim das limitações aos direitos de voto no banco. “O CaixaBank vai passar a ter maioria do capital e dos direitos de voto e, mesmo com a oposição do acionista que ontem votou contra a alteração [Santoro] dessa regra, ela será alterada”, apontou.

Esta informação, em conjunto com os elogios que a administração do CaixaBank tem dedicado à gestão de Fernando Ulrich, levam o banqueiro a considerar ter “uma boa hipótese que acabem por me propor continuar mais um mandado e se isso acontecer podem contar com o meu empenho e o meu entusiasmo”.

 

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Hoje
O ministro das Finanças, Mário Centeno. Fotografia: JOSÉ SENA GOULÃO/LUSA

Centeno mantém crescimento de 1,9% este ano. Acelera para 2% no próximo

O ministro das Finanças, Mário Centeno. Fotografia: José Sena Goulão/Lusa

Dívida pública desce mais devagar do que o previsto

desemprego Marcos Borga Lusa

Taxa de desemprego nos 5,9% em 2020. A mais baixa em 17 anos

Outros conteúdos GMG
Ulrich diz ter “boas hipóteses” de ser reconduzido no BPI