Banca e PT animam última sessão da semana do PSI 20

PSI 20 segue última sessão da semana em alta
PSI 20 segue última sessão da semana em alta

A Bolsa de Lisboa segue a última sessão da semana em terreno positivo, suportada pelas ações do sector financeiro e da Portugal Telecom, enquanto que as principais praças europeias seguem sem tendência definida.

Na Europa, as praças oscilam entre a subida de 0,3% do índice espanhol e a queda de 0,1% da praça francesa, enquanto que os futuros das bolsas norte-americanas seguem em alta deixando antever uma abertura positiva em Wall Street.

A suportar os mercados acionistas estão as medidas ontem anuncidas pelo BCE, em que além de cortar a taxa de juro de referência a autoridade monetária revelou que vai avançar com várias operações de empréstimos de longo prazo com o objetivo de estimular a recuperação da economia da zona euro. Já a pesar nos mercados está a expectativa em torno dos indicadores económicos que serão hoje divulgados, com destaque para o mercado laboral norte-americano.

Por cá, o PSI 20 segue a valorizar 0,9% para os 7.300,98 pontos, com 15 cotadas em alta e apenas 4 ano vermelho.

A animar a praça lisboeta estão as ações do sector financeiro, com o BCP a disparar 2,7%, acompanhado pelo BES que ganha 2,2% e pelo BPI que sobe 1%.

Na base destes fortes ganhos está o facto de o Governo ter ontem aprovado, em Conselho de Ministros, a possibilidade de os bancos converterem em créditos fiscais os seus impostos diferidos.

Igualmente a suportar o índice nacional estão os títulos com maior peso, com a Portugal Telecom a progredir 1,9%, seguida pela EDP que avança 0,3% e pela Galp Energia que valoriza 0,1%.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Outros conteúdos GMG
Hoje
Utentes à saída de um cacilheiro da Transtejo/Soflusa proveniente de Lisboa, em Cacilhas, Almada. MÁRIO CRUZ/LUSA

Salário médio nas empresas em lay-off simplificado caiu 2%

TikTok

Microsoft estará interessada na compra da operação global do TikTok

A ministra do Trabalho, Solidariedade e Segurança Social, Ana Mendes Godinho (D), ladeada pelo secretário de Esatdo dos Assuntos Parlamentares, Duarte Cordeiro (E), intervém durante a interpelação do Partido Comunista Português (PCP) ao Governo sobre a "Proteção, direitos e salários dos trabalhadores, no atual contexto económico e social", na Assembleia da República, em Lisboa, 19 de junho de 2020. MÁRIO CRUZ/LUSA

Já abriu concurso para formação profissional de 600 mil com ou sem emprego

Banca e PT animam última sessão da semana do PSI 20