PSI 20

BCP afunda mais de 6% e arrasta Bolsa de Lisboa

O BCP está a ser penalizado desde que anunciou a intenção de fazer uma fusão de várias ações numa só

A Bolsa de Lisboa voltou esta manhã a terreno negativo, à semelhança do que acontece no resto da Europa.

Há pouco, o PSI 20 caía perto de 1,7%, com 16 cotadas em queda, uma inalterada e apenas a REN a contrariar a tendência, ao subir 0,45%.

A penalizar a Bolsa está o BCP, que afunda mais de 6,2% e acumula, assim, a quinta sessão consecutiva de quedas. O banco tem vindo a ser penalizado desde que anunciou a intenção de fazer uma fusão de várias ações numa só.

Ainda na banca, o BPI cai à volta de 0,5% e o Montepio segue a negociar inalterado em relação à sessão de quarta-feira.

Também o setor energético está a pressionar o PSI 20, numa altura em que os preços do petróleo corrigem dos fortes ganhos registados na quarta-feira. O barril da matéria-prima desvaloriza agora mais de 1% para a casa dos 38 dólares e, por cá, a Galp acompanha a queda, desvalorizando também mais de 1%.

Já a EDP perde 2,4% e a EDP Renováveis recua 1,3%.

Destaque ainda para a Nos, que deprecia 1,3%, e para os CTT, que perdem 1,4%.

No resto da Europa, a tendência também é negativa, com as principais praças a corrigirem dos ganhos de quarta-feira e a prolongarem as perdas dos mercados asiáticos nesta quinta-feira.

Destaque pela negativa para a bolsa francesa, que está a ser penalizada pelo setor das telecomunicações e desvaloriza 1,4%.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Hoje
Imagem DVfinal

Uma ideia para o futuro de Portugal

José Galamba de Oliveira, presidente da Associação Portuguesa de Seguradores. (PAULO SPRANGER/Global Imagens)

“Catástrofes mais frequentes vão tornar os seguros mais caros”

(Joao Silva/ Global Imagens)

Transição das rendas antigas acaba. Cem mil famílias vão pagar mais

Outros conteúdos GMG
BCP afunda mais de 6% e arrasta Bolsa de Lisboa