Bolsa de Istambul a perder 6,6% e lira turca em colapso

A Bolsa de Istambul abriu esta segunda-feira a perder 6,6%, enquanto a lira turca colapsa, depois da mudança inesperada do governador do Banco Central da Turquia no sábado.

Depois de abrir nos 1.427 pontos - menos 101 pontos do que no fecho de sexta-feira -, o índice BIST 100 da Bolsa de Istambul continuou a clara tendência descendente esta manhã e às 08:45 em Lisboa (GMT) estava a 1.389 pontos.

Imediatamente após a abertura às 06:30 de Lisboa, a bolsa de valores sofreu o que o diário turco Hürriyet descreve como um "curto-circuito do sistema" e, após retomar momentaneamente a atividade uma hora depois, foi novamente bloqueada até depois das 8:00.

A tendência de baixa acentuou-se depois disso e as perdas acumuladas subiram para 9,5% durante a hora seguinte.

A turbulência da bolsa é registada num momento de fortes perdas da moeda nacional, a lira turca, que registou um colapso de 8% em relação ao euro e ao dólar na abertura dos mercados turcos.

Analistas citados pela Efe atribuem a queda da bolsa e da lira a uma reação dos mercados à inesperada substituição do governador do Banco Central, Naci Agbal, pelo economista Sahap Kavcioglu, através de um decreto do Presidente do país, Recep Tayyip Erdogan, publicado no sábado.

Agbal tinha conseguido estabilizar o valor da lira e reduzir a inflação graças a uma política financeira restritiva com fortes aumentos das taxas de juro.

No entanto, Erdogan sempre se opôs a taxas de juro elevadas, o que, segundo ele, leva a uma inflação mais elevada, apesar da evidência de que o contrário é verdade, de acordo com a grande maioria dos analistas.

A demissão de Agbal apenas quatro meses depois de ter sido nomeado causou consternação e incerteza nos mercados financeiros.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de