Bolsa de Lisboa em alta com Galp a liderar ganhos

As ações da Pharol, Altri e EDP eram as que mais desciam, estando a recuar 1,57% para 0,11 euros, 0,79% para 6,26 euros e 0,47% para 5,08 euros.

A bolsa de Lisboa mantinha, esta quarta-feira, a tendência de alta da abertura, com cinco dos 18 títulos do PSI20 a subirem, liderados pelos da Galp Energia, que subiam 0,96% para 9,67 euros.

Cerca das 09:00 em Lisboa, o principal índice da bolsa, o PSI20, subia 0,14% para 5.003,82 pontos, com cinco 'papéis' a valorizarem-se, oito a caírem e cinco inalterados.

Os cinco títulos que estavam inalterados eram os da Corticeira Amorim em 10,08 euros, Ibersol em 5,56 euros, Navigator em 2,81 euros, REN em 2,45 euros e Semapa em 12,14 euros.

Os títulos da EDP Renováveis, CTT e Mota-Engil também estavam em alta, a subir 0,52% para 19,19 euros, 0,29% para 3,48 euros e 0,29% para 3,48 euros.

Aos títulos da Galp, EDP Renováveis, CTT e Mota-Engil seguiam-se os do BCP, que se valorizavam 0,08% para 0,12 euros.

Em sentido contrário, as ações da Pharol, Altri e EDP eram as que mais desciam, estando a recuar 1,57% para 0,11 euros, 0,79% para 6,26 euros e 0,47% para 5,08 euros.

Na Europa, as principais bolsas europeias abriram hoje em baixa, à espera do início da temporada de apresentação de resultados empresariais nos EUA que arranca hoje com a banca de investimento, designadamente JP Morgan, Goldman Sachs e Wells Fargo.

No plano macroeconómico, os investidores aguardam a publicação do Livro Bege da Reserva Federal dos Estados Unidos (Fed) e da produção industrial na zona euro em fevereiro.

Os mercados europeus abriram com perdas moderadas, apesar do ligeiro aumento da inflação nos EUA em março, para 2,6% em termos homólogos, e da recomendação das autoridades sanitárias norte-americanas para suspender a vacinação com o composto Janssen da Johnson and Johnson, depois de detetar vários casos de tromboses.

Esta paralisação travou a chegada das primeiras doses da Jansen à Europa.

A bolsa de Nova Iorque terminou mista na terça-feira, com o Dow Jones a descer 0,20% para 33.677,27 pontos, contra o atual máximo desde que foi criado em 1896, de 33.800,60 pontos, registado em 09 de abril.

Em sentido inverso, o Nasdaq fechou a valorizar-se 1,05% para 13.996,10 pontos, contra o atual máximo de 14.095,47 pontos, em 12 de fevereiro.

A nível cambial, o euro abriu hoje em alta no mercado de câmbios de Frankfurt, a cotar-se a 1,1970 dólares, contra 1,1938 dólares na terça-feira e o atual máximo desde maio de 2018, de 1,2300 dólares, em 05 de janeiro.

O barril de petróleo Brent para entrega em junho abriu em alta no Intercontinental Exchange Futures (ICE) de Londres, a cotar-se a 64,50 dólares, contra 63,67 dólares na terça-feira e o atual máximo desde dezembro de 2018, de 69,63 dólares, em 11 de março.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de