Mercados

Bolsa de Lisboa em alta, com Ibersol e EDP Renováveis a liderarem ganhos

O grupo Ibersol representa em Portugal as marcas Pizza Hut, Burger King, KFC, O Kilo, Pasta Caffé, Pans, Miit, entre outras cafetarias e quiosques. (Fotografia: Rui Oliveira/ Global Imagens)
O grupo Ibersol representa em Portugal as marcas Pizza Hut, Burger King, KFC, O Kilo, Pasta Caffé, Pans, Miit, entre outras cafetarias e quiosques. (Fotografia: Rui Oliveira/ Global Imagens)

CMVM levantou esta manhã negociação dos títulos da EDP e da EDP renováveis.

A bolsa de Lisboa inverteu hoje a tendência de baixa da abertura, com a Ibersol e a EDP Renováveis a subirem 2,75% para 5,24 euros e 2,55% para 12,86 euros, respetivamente.

Cerca das 08:55 em Lisboa, o principal índice da bolsa, o PSI20, subia 0,25% para 4.418,48 pontos, com cinco ‘papéis’ a valorizarem-se, 10 a caírem e três inalterados (CTT, Novabase e Sonae SGPS).

Aos ‘papéis’ da Ibersol e da EDP Renováveis seguiam-se os da Sonae Capital e EDP, que registavam ganhos de 1,54% para 0,53 euros e 1,01% para 4,39 euros.

A Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM) levantou hoje a suspensão da negociação das ações da EDP e da EDP Renováveis, que vigorava desde segunda-feira à tarde.

Na segunda-feira, António Mexia, presidente da EDP, e João Manso Neto, presidente da EDP Renováveis, foram suspensos de funções na empresa como medida de coação decidida pelo juiz Carlos Alexandre no caso EDP.

Posteriormente, a EDP anunciou que o administrador financeiro da empresa, Miguel Stilwell de Andrade, passou a presidente interino, substituindo António Mexia, enquanto a EDP Renováveis nomeou Rui Manuel Rodrigues Lopes Teixeira como novo membro da Comissão Executiva e administrador-delegado, na sequência da suspensão de João Manso Neto.

A liderar as perdas estavam a Pharol e a Mota-Engil, a caírem 1,38% para 0,10 euros e 1,34% para 1,18 euros, respetivamente.

As ações do BCP e da NOS também registavam decréscimos, já que desciam 1% para 0,11 euros e 0,99% para 3,60 euros.

Outras das ações que mais desciam eram as da Semapa (-0,84%), Galp (-0,55%), Altri (-0,52%) e REN (-0,41% para 2,45 euros).

Na Europa, as principais bolsas abriram hoje em baixa, à espera da atualização das previsões económicas da Comissão Europeia.

A Comissão Europeia apresenta hoje novas previsões de crescimento e inflação para a zona euro e o resto da União Europeia para 2020 e 2021, que segundo analistas podem apontar para uma recessão mais profunda que a estimada anteriormente.

Wall Street fechou em alta na segunda-feira, com o Dow Jones a subir 1,78% para 26.287,03 pontos, depois de ter estado fechada na sexta-feira, contra 29.551,42 pontos em 12 de fevereiro, atual máximo desde que foi criada em 1896.

No mesmo sentido, também na segunda-feira, o Nasdaq fechou a avançar 2,21% para 10.433,65 pontos, um novo máximo de sempre.

A nível cambial, o euro abriu hoje em baixa no mercado de câmbios de Frankfurt, mas a cotar-se a 1,1291 dólares, contra 1,1307 dólares na segunda-feira.

O barril de petróleo Brent para entrega em setembro abriu com tendência negativa, a cotar-se a 41,15 dólares no Intercontinental Exchange Futures (ICE) de Londres, contra 41,71 dólares na segunda-feira.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Outros conteúdos GMG
Hoje
Ilustração: Vítor Higgs

Indústria têxtil em força na principal feira de Saúde na Alemanha

O Ministro das Finanças, João Leão. EPA/MANUEL DE ALMEIDA

Nova dívida da pandemia custa metade da média em 2019

spacex-lanca-com-sucesso-e-pela-primeira-vez-a-nave-crew-dragon-para-a-nasa

SpaceX lança 57 satélites para criar rede mundial de Internet de alta velocidade

Bolsa de Lisboa em alta, com Ibersol e EDP Renováveis a liderarem ganhos