Bolsa de Lisboa

Bolsa de Lisboa em alta com Jerónimo Martins a subir 2,5% mas EDP a cair 4,3%

A bolsa de Lisboa estava a negociar em alta, com as ações da Jerónimo Martins a subirem para 14,725 euros e as da EDP a caírem para 3,041 euros.

A bolsa de Lisboa estava esta sexta-feira a negociar em alta, com as ações da Jerónimo Martins a subirem 2,53% para 14,725 euros e as da EDP a caírem 4,31% para 3,041 euros.

Cerca das 09:10 em Lisboa, o principal índice, o PSI20, com 18 títulos, estava a avançar 0,08% para 5.521,08 pontos, com 11 ‘papéis’ a valorizarem-se, quatro a caírem e três inalterados (Corticeira Amorim, Ibersol e Sonae, SGPS).

Na quinta-feira, a Jerónimo Martins anunciou que obteve um resultado líquido de 85 milhões de euros no primeiro trimestre de 2018, mais 9,1% do que no período homólogo.

As vendas do grupo totalizaram 4,2 mil milhões de euros, um crescimento de 14,2% (12,1% a taxas de câmbio constantes).

Além das ações da Jerónimo Martins, as da Navigator e do BCP eram outras das que mais subiam, estando a valorizar-se 1,33% para 4,892 euros e 1,25% para 0,283 euros.

Em sentido contrário, além das ações da EDP, as da Pharol recuavam 3,83% para 0,251 euros.

As ações da Galp Energia subiam 0,69% para 15,995 euros e as da EDP Renováveis subiam 0,19% para 8,035 euros.

Na Europa, as principais bolsas europeias estavam hoje em alta, exceto Milão, à espera da evolução do Produto Interno Bruto (PIB) dos Estados Unidos no primeiro trimestre.

O Governo dos Estados Unidos vai publicar o primeiro cálculo da evolução do PIB nos primeiros meses do ano, numa altura em que as previsões apontam para a continuação do bom andamento da economia do país, que cresceu 2,3% no ano passado.

Entretanto, os ministros da Economia e das Finanças da União Europeia (UE), Eurogrupo, abordam a reforma para reforçar a zona euro face a futuras crises, com o objetivo de acordar um roteiro em junho agora que já há um novo Governo na Alemanha.

Em Nova Iorque, a bolsa de Wall Street terminou em alta na quinta-feira, com o Dow Jones a subir 0,99% para 24.322,34 pontos, depois de ter avançado em 26 de janeiro até aos 26.616,71 pontos, atual máximo desde que foi criado, em 1896, e o Nasdaq a avançar 1,64% para 7.118,68 pontos, após ter subido em 12 de março até aos 7.588,33 pontos, atual máximo de sempre.

A nível cambial, o euro abriu em baixa no mercado de divisas de Frankfurt, a cotar-se a 1,2107 dólares, contra 1,2115 dólares no fecho de terça-feira.

O barril de petróleo Brent, para entrega em junho, abriu hoje em alta ligeira, a cotar-se a 74,72 dólares no Intercontinental Exchange Futures (ICE) de Londres, mais 0,04% do que no encerramento da sessão anterior.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Hoje
(Filipe Amorim / Global Imagens)

Estará a produtividade a ser bem medida em Portugal?

(Filipe Amorim / Global Imagens)

Estará a produtividade a ser bem medida em Portugal?

Ministério das Finanças

Função pública sai das Finanças ao fim de 17 anos

Outros conteúdos GMG
Bolsa de Lisboa em alta com Jerónimo Martins a subir 2,5% mas EDP a cair 4,3%