Bolsa de Lisboa em alta, com Mota-Engil, CTT e BCP a subirem mais de 2%

Na Europa, as principais bolsas europeias abriram hoje em alta, animadas com as perspetivas da recuperação económica e o aumento do objetivo da vacinação contra a covid-19 nos EUA.

A bolsa de Lisboa mantinha, esta sexta-feira, a tendência de alta da abertura, com 15 dos 18 títulos do PSI20 a subirem, liderados pela Mota-Engil, CTT e BCP, que subiam mais de 2,00%.

Os títulos da Mota-Engil, CTT e BCP estavam a valorizar-se 2,74% para 1,42 euros, 2,34% para 3,28 euros e 2,09% para 0,12 euros, respetivamente.

Cerca das 08:55 em Lisboa, o principal índice da bolsa, o PSI20, subia 1,08% para 4.815,26 pontos, com 15 'papéis' a valorizarem-se, dois a caírem e um inalterado (Novabase em 3,66 euros).

Os papéis da Galp, EDP e NOS também estavam em alta, a subir 2,08% para 9,81 euros, 2,03% para 17,06 euros e 1,51% para 3,09 euros.

Aos títulos da Galp, EDP e NOS, seguiam-se os da Navigator (1,49% para 2,72 euros), da Ibersol (1,15% para 5,28 euros) e os da Altri (1,11% para 5,91 euros).

Em sentido contrário, as ações da Ramada Investimentos eram as que mais desciam, estando a recuar 2,14% para 5,50 euros.

Na Europa, as principais bolsas europeias abriram hoje em alta, animadas com as perspetivas da recuperação económica e o aumento do objetivo da vacinação contra a covid-19 nos EUA.

Os mercados europeus estavam hoje em alta a seguir a tendência registada em Wall Street, que foi impulsionada pelo aumento da vacinação nos EUA, já que o presidente, Joe Biden, anunciou que aspira vacinar 200 milhões de doses da vacina durante os próximos 100 dias na Casa Branca, segundo analistas citados pela Efe.

Num dia de otimismo também no mercado de matérias-primas, onde o Brent avança 1,76%, para 63,05 euros, os investidores vão estar à espera da índice de confiança do ifo na Alemanha e do da confiança do s consumidores da Universidade de Míchigan, nos Estados Unidos.

A bolsa de Nova Iorque terminou em alta na quinta-feira, com o Dow Jones a subir 0,62% para 32.619,48 pontos, contra o atual máximo desde que foi criado em 1896, de 33.015,37 pontos, em 17 de março.

No mesmo sentido, o Nasdaq fechou a valorizar-se 0,12%, para 12.977,68 pontos, contra o atual máximo de 14.095,47 pontos, em 12 de fevereiro.

A nível cambial, o euro abriu hoje em alta no mercado de câmbios de Frankfurt, mas a cotar-se a 1,1779 dólares, contra 1,1775 dólares na quinta-feira e o atual máximo desde maio de 2018, de 1,2300 dólares, em 05 de janeiro.

O barril de petróleo Brent para entrega em maio abriu também em alta no Intercontinental Exchange Futures (ICE) de Londres, a cotar-se a 63,26 dólares, contra 61,95 dólares na quinta-feira e o atual máximo desde dezembro de 2018, de 69,63 dólares, em 11 de março.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de