Bolsa de Lisboa em alta com Novabase e BCP a liderarem ganhos

A bolsa de Lisboa mantinha hoje a tendência da abertura com o PSI20 a subir, com as ações da Novabase e do BCP a liderarem os ganhos, a valorizarem-se 2,54% para 4,39 euros e 1,23% para 0,16 euros.

Cerca das 08:55 em Lisboa, o principal índice da bolsa, o PSI20, avançava 0,28% para 5.234,86 pontos, com 11 'papéis' a valorizarem-se, três a caírem e quatro inalterados, a Ramada Investimentos, em 6,50 euros, a Navigator, em 2,95 euros, a Jerónimo Martins, em 15,83 euros, e a Ibersol, em 6,06 euros.

Além dos títulos da Novabase e dos do BCP, os da Galp e Sonae avançavam 0,88% para 10,34 e 0,38% para 10,34 euros.

As ações da NOS e da Altri também subiam, designadamente 0,33% para 3,00 euros e 0,26% para 5,90 euros.

Em sentido contrário, os títulos da Semapa e da EDP perdiam 0,67% para 11,80 euros 0,13% para 4,77 euros.

Na Europa, as principais bolsas europeias abriram hoje em alta, a seguir Wall Street e à espera de indicadores macroeconómicos do consumo no primeiro trimestre nos Estados Unidos.

A bolsa de Nova Iorque terminou em alta na quarta-feira, com o Dow Jones a subir 0,03% para 34.323,05 pontos, contra o atual máximo de sempre desde que foi criado em 1896, de 34.777,76 pontos, registado em 07 de maio.

No mesmo sentido, o Nasdaq fechou a valorizar-se 0,59% para 13.738,00 pontos, contra o máximo de 14.138,78 pontos, registado em 26 de abril.

A nível cambial, o euro abriu estabilizado no mercado de câmbios de Frankfurt, a cotar-se a 1,2200 dólares, o mesmo valor de quarta-feira, contra o atual máximo desde maio de 2018, de 1,2300 dólares, em 05 de janeiro.

O barril de petróleo Brent para entrega em julho abriu em baixa no Intercontinental Exchange Futures (ICE) de Londres, a cotar-se a 68,46 dólares, contra 68,87 dólares na quarta-feira e o máximo dos últimos seis meses, de 69,46 dólares em 17 de maio.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de