Bolsa de Lisboa em alta com Pharol a liderar ganhos a subir mais de 3%

A bolsa de Lisboa mantinha hoje a tendência de alta da abertura, com 14 dos 18 títulos do PSI20 a subirem, liderados pela Pharol, que subia 3,19% para 0,12 euros.

A Altri e a Galp seguiam-se à Pharol, estando a avançar 0,84% para 5,04 euros e 0,69% para 8,80 euros.

Cerca das 09:00 em Lisboa, o principal índice da bolsa, o PSI20, avançava 0,03% para 4.790,91 pontos, com 14 'papéis' a valorizarem-se, três a caírem e um inalterado (Ibersol em 4,98 euros).

Aos títulos da Pharol, da Altri e da Galp seguiam-se os da EDP, Ramada Investimentos e Novabase, que registavam valorizações de 0,67% para 22,80 euros, 0,66% para 4,57 euros e 0,61% para 3,32 euros, respetivamente.

Em sentido contrário, as ações da Jerónimo Martins e dos CTT eram as que mais desciam, estando a desvalorizarem-se 1,92% para 13,02 euros e 1,26% para 2,36 euros.

Na Europa, as principais bolsas europeias abriram hoje em alta, à espera da evolução do Produto Interno Bruto (PIB) em 2020 da zona euro e da União Europeia (UE).

Além do PIB da zona euro e da UE, os investidores estão à espera do comité conjunto da OPEP para rever a situação do mercado de petróleo, depois da organização ter cortado a produção devido à forte queda da procura motivada pelo recrudescimento da pandemia.

O petróleo Brent, de referência na Europa, estava a esta hora a subir para 57,01 dólares, um máximo desde fevereiro do ano passado.

Os mercados na Europa abriram hoje em alta, a seguir a tendência da véspera em Wall Street, onde os investidores continuaram pendentes da aprovação do plano de estímulos de 1,9 biliões de dólares prometido pelo novo presidente dos EUA, Joe Biden, e da vacinação contra a covid-19 no país.

Na segunda-feira, a bolsa de Nova Iorque terminou em alta, com o Dow Jones a subir 0,76%, para 30.211,91 pontos, contra 31.188,38 pontos em 20 de janeiro, atual máximo desde que foi criado em 1896.

No mesmo sentido, o Nasdaq terminou a valorizar-se 2,55%, para 13.403,39 pontos, contra o atual máximo de 13.635,99 pontos em 25 de janeiro.

A nível cambial, o euro abriu hoje em alta no mercado de câmbios de Frankfurt, mas a cotar-se a 1,2078 dólares, contra 1,2070 dólares na segunda-feira e o atual máximo desde maio de 2018, de 1,2300 dólares, em 05 de janeiro.

O barril de petróleo Brent para entrega em abril abriu com tendência positiva no Intercontinental Exchange Futures (ICE) de Londres, a cotar-se a 57,01 dólares, um máximo desde fevereiro de 2020, contra 56,35 dólares na segunda-feira.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de