psi20

Bolsa de Lisboa estabilizada com Pharol a liderar perdas

Luis Palha da Silva, presidente do conselho de administração da Pharol
Luis Palha da Silva, presidente do conselho de administração da Pharol

A bolsa de Lisboa estava hoje estabilizada, com as ações da Pharol a liderarem as perdas, a recuarem 0,96% para 0,308 euros.

A bolsa de Lisboa estava hoje estabilizada, com as ações da Pharol a liderarem as perdas, a recuarem 0,96% para 0,308 euros.

Cerca das 08:50 em Lisboa, o principal índice, o PSI20, estava estabilizado em 5.129,68 pontos – com 14 ‘papéis’ a valorizarem-se e cinco a caírem -, depois de ter subido em 19 de junho até aos 5.330,60 pontos, um máximo dos últimos 18 meses.

Além dos títulos da Pharol, os do BCP e da Navigator eram outros dos que mais se desvalorizavam, designadamente 0,84% para 0,213 euros e 0,50% para 3,614 euros.

Em sentido inverso, as ações da Semapa, Altri e CTT eram as que mais subiam, estando a avançar 1,08% para 15,38 euros, 0,40% para 3,72 euros e 0,39% para 5,12 euros.

Na Europa, as principais bolsas estavam hoje em alta, com os investidores com os olhos postos na reunião de política monetária do Banco Central europeu (BCE).

Os investidores vão estar atentos às palavras do presidente do BCE, Mario Draghi, depois da reunião de política monetária na qual será debatida uma eventual mudança do atual programa de compra de ativos, que no entanto só seria posta em prática no próximo ano.

Em Nova Iorque, a bolsa em Wall Street terminou na quarta-feira com o Dow Jones a subir 0,25% para 22.807,64 pontos, depois de ter subido para o atual máximo desde que foi criado em 1896, de 22.118,42 pontos em 7 de agosto.

A nível cambial, o euro abriu em baixa no mercado de divisas de Frankfurt, a descer para 1,1923 dólares, contra 1,1936 dólares no encerramento de quarta-feira.

O barril de petróleo Brent, para entrega em novembro, abriu hoje em baixa, a cotar-se a 54,04 dólares no Intercontinental Exchange Futures (ICE) de Londres, menos 0,31% do que no encerramento da sessão anterior.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Hoje
Primeira greve da história da Autoeuropa realizou-se a 30  de agosto. Fotografia: JFS / Global Imagens

Autoeuropa com seis listas para a comissão de trabalhadores

Fotografia: MIGUEL A. LOPES/ LUSA

OE2017: Défice desce para 1,9% do PIB no primeiro semestre

O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, discursa durante a cerimónia de inauguração da nova área de produção da Bosch Security Systems, na zona Industrial de Ovar. Fotografia: PAULO NOVAIS/LUSA

Marcelo espera défice de 1,5% para este ano e crescimento de 3,2%

Outros conteúdos GMG
Conteúdo Patrocinado
Bolsa de Lisboa estabilizada com Pharol a liderar perdas