PSI 20

Bolsa de Lisboa fecha primeiro trimestre com perda acumulada de 5,5%

O BCP acumula esta quinta-feira a quinta sessão consecutiva de quedas

A Bolsa de Lisboa voltou esta quinta-feira às quedas, arrastada pelo setor financeiro e acompanhando o sentimento negativo das restantes praças europeias.

O PSI 20 caiu mais de 2% e fechou, assim, o primeiro trimestre com uma perda acumulada de 5,5%.

A penalizar a Bolsa na sessão desta quinta-feira esteve o BCP, que afundou 7,5% e acumulou, assim, a quinta sessão consecutiva de quedas. O banco tem vindo a ser penalizado desde que anunciou a intenção de fazer uma fusão de várias ações numa só.

Ainda na banca, o BPI caiu 0,7% e o Montepio subiu 0,17%.

Também o setor energético pressionou o PSI 20, num dia em que os preços do petróleo desvalorizaram nos mercados internacionais. O barril da matéria-prima chegou a tocar nos 38 dólares, mas acabou por recuperar e negoceia agora na casa dos 39 dólares.

A subida não foi, contudo, suficiente para travar a queda superior a 3% da Galp.

Também a Nos esteve a penalizar a Bolsa, ao cair perto de 1,7%, no dia em que anunciou que entregou mais de 18,6 mil euros em ações a administradores e trabalhadores.

No resto da Europa, a tendência também foi de quedas, pressionadas, sobretudo, pelo setor das telecomunicações e pela banca.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Outros conteúdos GMG
Hoje
Mário Centeno

Centeno volta a cativar mais dinheiro

Natalidade. Fotografia: Pedro Granadeiro / Global Imagens

Despesa com apoios à família é a quinta mais baixa da UE

Foto: D.R.

Easyjet. Ligações de Portugal com Itália não serão afetadas, por enquanto

Bolsa de Lisboa fecha primeiro trimestre com perda acumulada de 5,5%