Bolsa de Lisboa segue a cair alinhada com principais congéneres europeias

A bolsa de Lisboa seguia hoje a negociar em terreno negativo, acentuando a tendência da abertura e alinhada com as principais congéneres europeias, com as ações da Galp e do BCP em queda.

Na terça-feira, o principal índice, o PSI20, fechou a sessão a perder 0,96% para os 5.425,66 pontos, em linha com as principais bolsas europeias.

Hoje, pelas 08:40, o PSI20 seguia em baixa de 1,23% para 5.358,76 pontos, com 15 ações em baixa, duas em alta e uma inalterada.

Do lado das perdas, a NOS e os CTT eram as ações que mais perdiam, com descidas de 3,05% e 2,22% para 3,43 euros e 4,61 euros, respetivamente.

A EDP Renováveis, por sua vez, seguia em queda de 1,78% para 22,10 euros, depois de ter comunicado na terça-feira ao mercado, após o fecho, que lhe foi atribuído um Contrato de Aquisição de Energia (CAE) a 15 anos num leilão de energia renovável chileno, num projeto eólico de 120 megawatts (MW) com início previsto em 2025.

A Galp seguia em queda de 0,95% para 8,37 euros, depois de ter anunciado esta manhã que comprou a Mobiletric, expandindo a sua rede de carregamento elétrico em 280 pontos, adiantou a petrolífera, em comunicado.

O BCP, por sua vez, também negociava em terreno negativo, a perder 0,91% para 0,13 euros, assim com a EDP e a Jerónimo Martins, que desciam 0,43% e o,36% para 4,66 euros e 18,08 euros, respetivamente.

Em terreno positivo seguiam apenas a negociar as ações da Novabase e da Corticeira Amorim, com ganhos de 1,02% e 0,17% para 4,95 euros e 11,82 euros, respetivamente.

A Ibersol seguia inalterada.

As bolsas europeias seguem a negociar no vermelho, com os investidores a aguardarem pelas declarações da presidente do Banco Central Europeu (BCE), na quinta-feira após a reunião de política monetária.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de