Bolsa

Bolsas europeias em alta à espera da reunião do BCE

REUTERS/Yves Herman
REUTERS/Yves Herman

Cerca das 09:00 em Lisboa, o EuroStoxx 600 estava a avançar 0,15% para 355,38 pontos.

As principais bolsas europeias negociavam hoje em alta, exceto Londres, pendentes da reunião de política monetária do Banco Central Europeu (BCE).

Cerca das 09:00 em Lisboa, o EuroStoxx 600 estava a avançar 0,15% para 355,38 pontos.

As bolsas de Paris e Frankfurt avançavam 0,23% e 0,15%, bem como as de Madrid e Milão, que subiam 0,48% e 0,61%. A exceção era Londres, que caia 0,31%.

Depois de ter aberto em alta, a bolsa de Lisboa mantinha a tendência e, cerca das 09:00, o principal índice, o PSI20, subia 0,54% para 5.113,56 pontos.

Da reunião do BCE, a primeira deste ano, depois de terminado o programa de compra de dívida nos países do euro, os analistas não esperam mudanças, mas sim uma análise da desaceleração da economia da zona.

Os investidores também continuam à espera de desenvolvimentos do ‘Brexit’ e pendentes das negociações comerciais entre os Estados Unidos e a China depois da informação do cancelamento da reunião prevista entre as duas potências esta semana.

Em Nova Iorque, Wall Street terminou em alta na quarta-feira, com o Dow Jones a subir 0,70% para 24.575,62 pontos, depois de ter atingido em 03 de outubro 26.828,39 pontos, atual máximo desde que foi criado em 1896.

No mesmo sentido, o Nasdaq fechou a avançar 0,08% para 7.025,77 pontos, após ter subido até aos 8.109,69 pontos em 29 de agosto, atual máximo de sempre.

A nível cambial, o euro abriu em estabilizado no mercado de divisas de Frankfurt, a cotar-se a 1,1380 dólares.

O barril de petróleo Brent para entrega em março abriu hoje em baixa, a cotar-se a 60,83 dólares no Intercontinental Exchange Futures (ICE) de Londres, menos 0,54% do que na sessão anterior e depois de ter estado acima dos 85 dólares no início de outubro.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Hoje
(EPA/ALEXANDER BECHER)

Ainda há 17 mil automóveis do grupo Volkswagen por reparar

Fotografia: Mário Ribeiro

Antigo ministério da Educação vai ter 600 camas para estudantes

(Leonardo Negrão / Global Imagens)

Portugueses estão a pedir mais dinheiro para pagar contas

Outros conteúdos GMG
Conteúdo TUI
Bolsas europeias em alta à espera da reunião do BCE