Bolsas europeias em alta, à espera de indicadores e do boletim do BCE

As principais bolsas europeias abriram hoje em alta, à espera de indicadores macroeconómicos e do boletim económico do Banco Central Europeu (BCE).

Cerca das 08:45 em Lisboa, o EuroStoxx 600 valorizava-se 0,41%, para 408,95 pontos.

As bolsas de Londres, Paris e Frankfurt subiam 0,63%, 0,48% e 0,58%, bem como as de Madrid e Milão, que se valorizavam 0,60% e 0,49%, respetivamente.

Depois de ter aberto em alta, a bolsa de Lisboa mantinha a tendência e, cerca das 08:45, o principal índice, o PSI20, avançava 0,27%, para 4.832,63 pontos.

Além do boletim do BCE, os investidores esperam a decisão sobre as taxas de juro do Banco de Inglaterra no Reino Unido e os dados do comércio a retalho na zona euro.

Milão estava a subir, depois de o Presidente do país ter recorrido ao ex-presidente do Banco Central Europeu (BCE) até 2019, Mario Draghi, para ajudar a resolver a crise política.

Na quarta-feira, a bolsa de Nova Iorque terminou mista, com o Dow Jones a subir 0,12%, para 30.723,60 pontos, contra 31.188,38 pontos em 20 de janeiro, atual máximo desde que foi criado em 1896.

Em sentido contrário, o Nasdaq terminou a valorizar-se 0,02%, para 13.610,54 pontos, contra o atual máximo de 13.635,99 pontos em 25 de janeiro.

A nível cambial, o euro abriu hoje em baixa no mercado de câmbios de Frankfurt, a cotar-se a 1,2009 dólares, contra 1,2023 dólares na quarta-feira e o atual máximo desde maio de 2018, de 1,2300 dólares, em 05 de janeiro.

O barril de petróleo Brent para entrega em abril abriu com tendência positiva no Intercontinental Exchange Futures (ICE) de Londres, a cotar-se a 58,88 dólares, um máximo em mais de um ano (desde janeiro de 2020), contra 58,46 dólares na quarta-feira.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de