Bolsa

Bolsas europeias em alta, animadas com compromisso entre Washington e Pequim

Bolsa de Madrid. Foto: EPA/Chema Moya
Bolsa de Madrid. Foto: EPA/Chema Moya

As bolsas de Paris e Frankfurt avançavam 1,40% e 0,54%, respetivamente, bem como as de Madrid e Milão, que subiam 0,75% e 0,61%.

As principais bolsas europeias estavam em alta esta sexta-feira, animadas com o compromisso de Washington e Pequim para adotar o acordo comercial de “Fase Um”, apesar das tensões geradas pela pandemia da covid-19.

Cerca das 08:50 em Lisboa, o EuroStoxx 600 subia 0,60% para 340,02 pontos.

As bolsas de Paris e Frankfurt avançavam 1,40% e 0,54%, respetivamente, bem como as de Madrid e Milão, que subiam 0,75% e 0,61%.

Depois de ter aberto em alta, a bolsa de Lisboa mantinha a tendência e, cerca das 08:50, o principal índice, o PSI20, subia 0,62% para 4.247,04 pontos.

A bolsa de Londres está fechada devido ao feriado de celebração dos 75 anos da vitória dos aliados na II Guerra Mundial, que marcou o final da guerra na Europa.

Esta sexta-feira, o Eurogrupo reúne-se para analisar as previsões económicas que avançam uma recessão de 7,7% na zona euro este ano, e os pormenores da linha de crédito para mitigar a pandemia da covid-19.

Contudo, o fator mais importante da sessão será a publicação do relatório do emprego nos Estados Unidos, que porá de manifesto o impacto da covid-19 na economia do país.

Na quinta-feira soube-se que, nos Estados Unidos, 3,17 milhões de pessoas pediram subsídio de desemprego, um dado ignorado por Wall Street, que fechou com ganhos.

Também na quinta-feira, o Banco da Inglaterra manteve as taxas de juro no Reino Unido em 0,1% e também o programa de flexibilização quantitativa, para a compra de dívida pública e privada, em 645.000 milhões libras (741.000 milhões de euros).

No final de março, o banco emissor inglês reduziu o preço da moeda de 0,25% para 0,1% para reforçar a economia devido ao impacto causado pela pandemia da covid-19.

Na quinta-feira, a bolsa de Nova Iorque terminou com o Dow Jones a subir 0,89% para 23.875,89 pontos, contra 29.551,42 pontos em 12 de fevereiro, atual máximo desde que foi criado em 1896.

No mesmo sentido, o Nasdaq fechou a avançar 1,41% para 8.979,66 pontos, contra o atual máximo de 9.817,18 pontos em 19 de fevereiro.

A nível cambial, o euro abriu hoje em alta no mercado de câmbios de Frankfurt, a cotar-se a 1,0838 dólares, contra 1,0813 dólares na quinta-feira.

O barril de petróleo Brent para entrega em julho também abriu em alta, a cotar-se a 30,24 dólares no Intercontinental Exchange Futures (ICE) de Londres, contra 29,46 dólares na quinta-feira.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Outros conteúdos GMG
Hoje
Utentes à saída de um cacilheiro da Transtejo/Soflusa proveniente de Lisboa, em Cacilhas, Almada. MÁRIO CRUZ/LUSA

Salário médio nas empresas em lay-off simplificado caiu 2%

Mealhada, 3/7/2020 -  O complexo Turístico Três Pinheiros, um espaço emblemático da Bairrada, apresentou um pedido de insolvência  na sequência das quebras provocadas pela pandemia de Covid-19.
(Reinaldo Rodrigues/Global Imagens)

Mais insolvências e menos novas empresas em julho

A ministra do Trabalho, Solidariedade e Segurança Social, Ana Mendes Godinho (D), ladeada pelo secretário de Esatdo dos Assuntos Parlamentares, Duarte Cordeiro (E), intervém durante a interpelação do Partido Comunista Português (PCP) ao Governo sobre a "Proteção, direitos e salários dos trabalhadores, no atual contexto económico e social", na Assembleia da República, em Lisboa, 19 de junho de 2020. MÁRIO CRUZ/LUSA

Já abriu concurso para formação profissional de 600 mil com ou sem emprego

Bolsas europeias em alta, animadas com compromisso entre Washington e Pequim