Bolsas europeias em alta com investidores à espera de reunião do BCE

A semana vai ser também marcada pelos resultados empresariais na Europa e EUA.

As principais bolsas europeias abriram em alta, no arranque de uma semana na qual os investidores aguardam resultados empresariais na Europa e EUA, a reunião do Banco Central Europeu (BCE) e a publicação preliminar dos índices PMI da zona euro.

Cerca das 8:45 em Lisboa, o EuroStoxx 600 subia 0,73% para 443,22 pontos.

As bolsas de Paris, Madrid e Frankfurt avançavam 0,27%, 0,26% e 0,10%, assim como Londres que subia 0,06%, enquanto Milão recuava 0,04%.

A bolsa em Lisboa seguia com o principal índice, o PSI20, a subir 0,19% para 5.026,51 pontos.

Na sexta-feira, o mercado de Wall Street acabou a semana em alta com os índices Dow Jones e S&P500 a repetirem os recordes da véspera, graças a resultados empresariais e a indicadores que antecipam uma forte recuperação da economia dos EUA.

Os resultados definitivos da sessão indicam que o seletivo Dow Jones Industrial Average ganhou 0,48%, para os 34.200,67 pontos, e o alargado S&P500 progrediu 0,36%, para as 4.185,47 unidades.

Em termos semanais esta foi a quarta semana consecutiva de ganhos para estes dois emblemáticos índices da praça nova-iorquina.

O tecnológico Nasdaq subiu 0,10% para os 14.052,34 pontos.

Segundo o analista da GVC Gaesco, Víctor Peiro, contactado pela EFE, na reunião de política monetária do BCE não se esperam movimentos e "basicamente o que a entidade deverá transmitir é que segue a acompanhar a evolução da economia".

Sobre os resultados empresariais, Peiro espera que a evolução seja boa, estimando uma subida de 22% nos EUA e de 15% na Europa.

Relativamente aos dados macroeconómicos, o analista destaca os PMI avançados de abril, industriais e dos serviços nas principais economias mundiais, estimando uma pequena subida no PMI de serviços.

Na quinta-feira, o BCE deverá decidir sobre as taxas de juro, esperando-se que se mantenham inalteradas nos 0% e na sexta-feira o IHS Markit publicará o resultado preliminar dos PMI de abril da zona euro e EUA.

Os PMI serão publicados numa conjuntar marcada pelo agravamento da situação epidemiológica e com a atenção no desenvolvimento dos planos de vacinação dos países.

O petróleo Brent - negociado em Londres e que serve de referência para a Europa - seguia hoje a perder 0,33% para os 66,55 dólares por barril.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de