Bolsa

Bolsas europeias em baixa pendentes do Brexit na véspera da reunião do BCE

Foto: D.R.
Foto: D.R.

Além de desenvolvimentos do 'Brexit', os investidores estão pendentes das negociações comerciais entre os Estados Unidos e a China.

As principais bolsas europeias negociavam em baixa, muito pendentes de desenvolvimentos do ‘Brexit’ na véspera da reunião de política monetária do Banco Central Europeu (BCE).

Cerca das 09:00 em Lisboa, o EuroStoxx 600 estava a recuar 0,24% para 354,23 pontos.

As bolsas de Londres, Paris e Frankfurt recuavam 0,50%, 0,21% e 0,40%, bem como a de Milão, que descia 0,15%. A exceção era Madrid, que subia 0,33%.

Depois de ter aberto em baixa, a bolsa de Lisboa mantinha a tendência e, cerca das 09:00, o principal índice, o PSI20, descia 0,10% para 5.063,57 pontos.

Além de desenvolvimentos do ‘Brexit’, os investidores estão pendentes das negociações comerciais entre os Estados Unidos e a China depois da informação do cancelamento da reunião prevista entre as duas potências esta semana, que terá sido desmentida.

Em Nova Iorque, Wall Street, que esteve fechada na segunda-feira devido ao feriado do Aniversário de Martin Luther King, terminou em baixa na terça-feira, com o Dow Jones a cair 1,22% para 24.404,48 pontos, depois de ter atingido em 03 de outubro 26.828,39 pontos, atual máximo desde que foi criado em 1896.

No mesmo sentido, o Nasdaq fechou a recuar 1,91% para 7.020,36 pontos, após ter subido até aos 8.109,69 pontos em 29 de agosto, atual máximo de sempre.

A nível cambial, o euro abriu em alta no mercado de divisas de Frankfurt, a cotar-se a 1,1371 dólares, contra 1,1357 dólares na terça-feira.

O barril de petróleo Brent para entrega em março abriu hoje em alta, a cotar-se a 61,80 dólares no Intercontinental Exchange Futures (ICE) de Londres, mais 0,37% do que na sessão anterior e depois de ter estado acima dos 85 dólares no início de outubro.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Outros conteúdos GMG
Hoje
O primeiro-ministro, António Costa, e o ministro das Finanças, Mário Centeno. Fotografia: PATRICIA DE MELO MOREIRA/AFP

Exportações e turismo afundam 9,6% e geram recessão de 2,3% no 1º trimestre

Cartões de crédito e débito. Fotografia: Global Imagens

Malparado: 10% das famílias com crédito está em incumprimento

Fotografia: José Sena Goulão/Lusa

Um quarto das empresas de alojamento e restauração está em incumprimento

Bolsas europeias em baixa pendentes do Brexit na véspera da reunião do BCE