Mercados

Bolsas europeias em baixa preocupadas com incertezas com ‘Brexit’

Bolsas Europeias continuam em queda

As principais bolsas europeias estavam esta segunda-feira em baixa, com os investidores preocupados com a incerteza associada ao ‘Brexit’, apesar do ânimo com o princípio de acordo entre os Estados Unidos e a China.

Cerca das 09:10 em Lisboa, o EuroStoxx 600 descia 0,75% para 388,68 pontos.

As bolsas de Londres, Paris e Frankfurt desciam 0,54%, 0,75% e 0,50%, bem como as de Madrid e Milão que recuavam 0,48% e 0,45%, respetivamente.

Depois de ter aberto em baixa, a bolsa de Lisboa mantinha a tendência e, cerca das 09:10, o principal índice, o PSI20, desvalorizava-se 0,82% para 4.963,04 pontos.

Em princípio, Washington vai suspender o plano de subir de 25% a 30% as tarifas a importações chinesas no valor de 250.000 milhões de dólares, enquanto a China se comprometeu a adquirir entre 40.000 e 50.000 milhões de dólares em produtos agrícolas norte-americanos.

O acordo terá de ser formalizado nas próximas semanas.

Na sexta-feira, o Dow Jones terminou a subir 1,21% para 26.816,59 pontos, contra o atual máximo desde que foi criado em 1896, de 27.359,16 pontos, registado em 15 de julho.

No mesmo sentido, o Nasdaq fechou a avançar 1,34% para 8.057,04 pontos, contra o atual máximo, de 8.330,21 pontos, registado em 26 de julho.

A nível cambial, o euro abriu hoje em baixa no mercado de câmbios de Frankfurt, a cotar-se a 1,1015 dólares, contra 1,1012 dólares na sexta-feira.

O barril de petróleo Brent para entrega em dezembro abriu hoje em alta, a cotar-se a 60,69 dólares no Intercontinental Exchange Futures (ICE) de Londres, contra 60,51 dólares na sexta-feira.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Outros conteúdos GMG
Hoje
Taça Portugal - Benfica vs Sporting

Benfica encaixa 50 milhões. SAD fala em “capacidade acrescida de tesouraria”

A ministra de Estado e da Presidência, Mariana Vieira da Silva ,à chegada para a reunião da Comissão Permanente de Concertação Social, em Lisboa, 26 de fevereiro de 2020. ANTÓNIO COTRIM/LUSA

Governo mantém todas as restrições na Grande Lisboa por mais 15 dias

Ministro dos Negócios Estrangeiros, Augusto Santos Silva, (MIGUEL A. LOPES/LUSA)

Governo exige que Bélgica retire Alentejo e Algarve de zonas arriscadas

Bolsas europeias em baixa preocupadas com incertezas com ‘Brexit’