Bolsas europeias em baixas preocupadas com possível desaceleração económica

As principais bolsas europeias estavam hoje em baixa, devido aos renovados receios dos investidores de uma desaceleração da recuperação económica provocada pela evolução da pandemia.

Cerca das 08:45 em Lisboa, o EuroStoxx 600 descia 1,09% para 467,72 pontos.

As bolsas de Londres, Frankfurt e Paris recuavam 0,83%, 1,08% e 1,29%, bem como as de Madrid e Milão, que se desvalorizavam 1,27% e 1,17%, respetivamente.

Depois de abrir em baixa, a bolsa de Lisboa mantinha a tendência e, cerca das 08:45, o principal índice, o PSI20, descia 1,16% para 5.362,64 pontos.

Os mercados também vão estar hoje pendentes da publicação do Livro Bege da Reserva Federal dos Estados Unidos (Fed).

Depois de ter estado fechada na segunda-feira devido ao feriado do Dia do Trabalhador nos Estados Unidos, a bolsa de Nova Iorque terminou mista na terça-feira, com o Dow Jones a cair 0,76% para 35.100,00 pontos, contra o atual máximo desde que foi criado em 1896, de 35.625,40 pontos, verificado em 16 de agosto.

Em sentido contrário, o Nasdaq fechou a valorizar-se 0,07% para 15.374,33 pontos, um novo máximo.

A nível cambial, o euro abriu em baixa no mercado de câmbios de Frankfurt, a cotar-se a 1,1839 dólares, contra 1,1845 dólares na terça-feira e o atual máximo desde maio de 2018, de 1,2300 dólares, em 05 de janeiro.

O barril de petróleo Brent para entrega em novembro abriu em alta no Intercontinental Exchange Futures (ICE) de Londres, a cotar-se a 72,10 dólares, contra 71,60 dólares na terça-feira e o atual máximo desde pelo menos o início de 2018, de 77,16 dólares, verificado em 05 de julho.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de