Mercados financeiros

Bolsas europeias mistas, a anteciparem acordo comercial e descida de juros

Foto: REUTERS/Benoit Tessier
Foto: REUTERS/Benoit Tessier

As principais bolsas europeias estavam hoje mistas, com os investidores a anteciparem um acordo comercial entre os Estados Unidos e a China e uma descida das taxas de juro nos Estados Unidos.

Cerca das 09:10 em Lisboa, o EuroStoxx 600 subia 0,03% para 392,69 pontos.

As bolsas de Paris, Frankfurt e Milão avançavam 0,04%, 0,12% e 0,51%, enquanto as de Londres e Madrid recuavam 0,02% e 0,25%, respetivamente.

Depois de ter aberto em alta, a bolsa de Lisboa mantinha a tendência e cerca das 09:10 o principal índice, o PSI20, avançava 0,32% para 5.197,58 pontos.

Além de anteciparem um acordo entre Washington e Pequim, os investidores acolheram positivamente a nomeação de Christine Lagarde para presidente do Banco Central Europeu (BCE) em substituição de Mario Draghi porque acreditam que deverá manter a política monetária expansiva do antecessor.

Os mercados também se animaram por a Comissão Europeia ter dado um voto de confiança a Itália, país ao qual Bruxelas não abrirá um procedimento disciplinar por défice excessivo.

A bolsa nova-iorquina fechou na quarta-feira com os índices em máximos de sempre, depois do principal assessor em matéria comercial da Casa Branca, Peter Navarro, ter assegurado que tanto a China como os Estados Unidos têm um forte compromisso para alcançar um acordo comercial.

Nos Estados Unidos, os investidores também continuam a antecipar uma descida das taxas de juro da Reserva Federal norte-americana na próxima reunião de 31 de julho devido à publicação de indicadores não tão positivos da economia norte-americana.

Wall Street vai estar fechada hoje devido ao feriado Independence Day nos Estados Unidos.

Na quarta-feira, a bolsa de Wall Street terminou em alta, com o Dow Jones a subir 0,67% para 26.966,00 pontos, um novo máximo desde que foi criado, em 1896.

No mesmo sentido, o Nasdaq fechou a avançar 0,75% para 8.170,23 pontos, um novo máximo de sempre.

A nível cambial, o euro abriu hoje em alta, a cotar-se a 1,1283 dólares, contra 1,1281 dólares na quarta-feira.

O barril de petróleo Brent para entrega em setembro abriu hoje em alta, a cotar-se a 63,88 dólares no Intercontinental Exchange Futures (ICE) de Londres, mais 0,06 dólares do que no fim da sessão anterior.

O barril de petróleo Brent esteve acima dos 85 dólares no início de outubro.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Hoje
Mário Centeno, ministro das Finanças e presidente do Eurogrupo. Fotografia: EPA/STEPHANIE LECOCQ

Peso da despesa com funcionários volta a cair para mínimos em 2020

26/10/2019 ( Nuno Pinto Fernandes/ Global Imagens )

Conselho de Ministros aprovou Orçamento do Estado

Marcelo Rebelo de Sousa, Presidente da República portuguesa. Foto: REUTERS/Benoit Tessier

OE2020: PR avisa que é preciso “ir mais longe” em matérias como a saúde

Outros conteúdos GMG
Bolsas europeias mistas, a anteciparem acordo comercial e descida de juros