Bolsa

Bolsas europeias mistas à espera da inflação na UE

Desde quinta-feira passada a bolsa chinesa já perdeu cerca de 12%.

As principais bolsas europeias estavam mistas, à espera da taxa de inflação harmonizada na União Europeia (UE) em junho.

As principais bolsas europeias estavam esta quarta-feira mistas, à espera da taxa de inflação harmonizada na União Europeia (UE) em junho.

Cerca das 09:05 em Lisboa, o EuroStoxx 600 estava em alta, a subir 0,46% para 386,76 pontos.

As bolsas de Londres, Paris e Frankfurt subiam 0,49%, 0,56% e 0,85%, respetivamente, enquanto, em sentido contrário Madrid e Milão recuavam 0,28% e 0,14%.

Depois de ter aberto em baixa, a bolsa de Lisboa mantinha a tendência e, cerca das 09:05, o principal índice, o PSI20, recuava 0,22% para 5.625,71 pontos.

A nível macroeconómico, o Eurostat publica esta quarta-feira a taxa de inflação harmonizada na UE em junho e a produção do setor da construção em maio.

O presidente da Reserva Federal norte-americana (Fed), Jerome Powell, mostrou-se favorável na terça-feira a continuar com a gradual subida das taxas de juro num contexto de um mercado laboral forte e de uma taxa de inflação próxima do objetivo.

A Fed subiu em duas ocasiões o preço do dinheiro nos últimos 12 meses e apontou para mais duas possíveis subidas até ao final deste ano.

Entretanto está marcada para este dia a apresentação de mais resultados empresariais, incluindo da American Express, Morgan Stanley, IBM e EasyJet.

Também vai ser divulgado o “livro bege” da Fed.

Em Nova Iorque, Wall Street terminou em alta na terça-feira, com o Dow Jones a subir 0,22% para 25.119,89 pontos, depois de ter avançado em 26 de janeiro até aos 26.616,71 pontos, atual máximo desde que foi criado, em 1896, e o Nasdaq a avançar 0,63% para 7.855,12 pontos, um novo máximo de sempre.

A nível cambial, o euro abriu em baixa no mercado de divisas de Frankfurt, a cotar-se a 1,1629 dólares, contra 1,1691 dólares no fecho de terça-feira.

O barril de petróleo Brent para entrega em setembro abriu em baixa, a cotar-se a 71,77 dólares no Intercontinental Exchange Futures (ICE) de Londres, menos 0,54% do que no encerramento da sessão anterior.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Hoje
Vieira da Silva e Cláudia Joaquim
Fotografia: Leonardo Negr‹ão / Global Imagens

Reformas antecipadas: novas regras vão ser aprovadas “brevemente”

Fotografia: REUTERS

Sector da construção exige o fim do Adicional ao IMI

Fotografia: Rodrigo Cabrita/Global Imagens

Frente Comum recusa fim da reforma obrigatória aos 70 anos

Outros conteúdos GMG
Bolsas europeias mistas à espera da inflação na UE