Bolsas europeias mistas, pendentes do estado de saúde do Presidente dos EUA

Donald Trump anunciou na quinta-feira à noite que o teste que fez à covid-19 deu positivo, bem como à mulher, Melania Trump.

As principais bolsas europeias abriram hoje mistas, pendentes da evolução do estado de saúde do Presidente norte-americano, Donald Trump, que deu positivo no teste de covid-19, foi internado e regressou à Casa Branca na segunda-feira.

Cerca das 08:35 em Lisboa, o EuroStoxx 600 descia 0,07% para 365,38 pontos.

As bolsas de Londres e Paris recuavam 0,22% e 0,04%, enquanto as de Frankfurt, Madrid e Milão se valorizavam 0,04%, 0,36% e 0,08%, respetivamente.

Depois de ter aberto em alta, a bolsa de Lisboa mantinha a tendência e, cerca das 08:35, o principal índice, o PSI20, subia 0,23% para 4.145,62 pontos.

Donald Trump anunciou na quinta-feira à noite que o teste que fez à covid-19 deu positivo, bem como à mulher, Melania Trump, e foi internado na sexta-feira.

O contágio de Trump ocorre em plena campanha das eleições presidenciais norte-americanas, que se realizam em 03 de novembro.

Na segunda-feira, a bolsa de Nova Iorque fechou em alta, com o Dow Jones a subir 1,68% para 28.148,64 pontos, contra 29.551,42 pontos em 12 de fevereiro, atual máximo desde que foi criado, em 1896.

No mesmo sentido, o Nasdaq fechou a valorizar-se 2,32% para 11.332,49 pontos, contra o atual máximo de sempre, de 12.056,33 pontos, em 02 de setembro.

A nível cambial, o euro abriu hoje em alta no mercado de câmbios de Frankfurt, a cotar-se a 1,1791 dólares, contra 1,1787 dólares na segunda-feira e o máximo desde 15 de maio de 2018, de 1,1944 dólares, em 31 de agosto.

O barril de petróleo Brent para entrega em dezembro abriu com tendência ascendente, a cotar-se a 41,59 dólares no Intercontinental Exchange Futures (ICE) de Londres, contra 41,29 dólares na segunda-feira e o máximo desde março, de 48,29 dólares, em 25 de agosto.

Recomendadas

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de