Bolsas europeias negoceiam no "vermelho"

As principais bolsas europeias negociavam hoje em baixa, afetadas pelas quedas acentuadas de Wall Street na quarta-feira, após as conclusões da última reunião de política monetária da Reserva Federal norte-americana.

Cerca das 08:45 em Lisboa, o EuroStoxx 600 recuava 1,40% para 487,44 pontos.

A bolsa de Milão era a que mais recuava, 1,77%, enquanto Paris se desvalorizava 1,72%.

Por sua vez, Frankfurt descia 1,34%, Madrid 1,31% e Londres 0,94%.

Depois de abrir em baixa, a bolsa de Lisboa mantinha a tendência, estando, cerca das 08:45, o principal índice, o PSI20, a recuar 1,48% para 5.569,14 pontos.

As bolsas europeias abriram hoje, assim, a seguir a tendência negativa da sessão de quarta-feira do mercado de Wall Street.

Os resultados definitivos da sessão indicam que o Nasdaq caiu para 15.100,17 pontos, que o seletivo Dow Jones Industrial Average recuou 1,07%, para as 36.407,11 unidades, e o alargado S&P500 perdeu 1,94%, para as 4.700,58.

Durante o dia de hoje serão divulgados os dados da inflação no ano passado na Alemanha.

A nível cambial, o euro abriu no mercado de câmbios de Frankfurt a cotar-se a 1,1309 dólares, contra 1,1305 dólares na quarta-feira e 1,1196 dólares em 24 de novembro, um mínimo desde julho de 2020, e o atual máximo desde maio de 2018, de 1,2300 dólares, em 05 de janeiro.

O barril de petróleo Brent para entrega em março abriu em ligeira baixa no Intercontinental Exchange Futures (ICE) de Londres, a cotar-se a 80,40 dólares, depois de fechar a 80,80 dólares na quarta-feira.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de