CMVM

Presidente da CMVM: Estou sempre preparado para sair no dia seguinte

Faz hoje um ano que o mandato do presidente da CMVM terminou.

O presidente da Comissão de Mercado e Valores Mobiliários (CMVM), Carlos Tavares, revelou hoje que ainda não tem indicações de quando deixará a liderança do supervisor do mercado de capitais.

Faz hoje um ano que o mandato do presidente da CMVM já terminou mas Carlos Tavares e o restante conselho de administração continuam em funções enquanto não há uma nova administração nomeada pelo Governo.

“Sempre disse em todos os cargos por onde passei, em qualquer cargo e com qualquer duração de mandato, que estou sempre preparado para sair no dia seguinte e que trabalho como se esteja [em funções] para muitos anos”, afirmou à margem do congresso dos revisores oficiais de contas, questionado pelos jornalistas sobre se já tinha indicações sobre quando seria substituído.

“O Conselho de Administração tem desenvolvido a sua atividade com toda a normalidade, não tem tido limitação de poderes”, frisou. “Caberá naturalmente ao Governo decidir quando quer fazer a substituição”, concluiu.

Carlos Tavares está no segundo mandato de cinco anos à frente da CMVM e, com o ano extra como interino, acumula já 11 anos no regulador. O resto do conselho de administração também está de saída, com exceção de uma administradora, que se manterá em funções.

As novas regras dos reguladores já não permitem a acumulação de funções: os mandatos têm a duração de seis anos e não são renováveis.

 

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Outros conteúdos GMG
Hoje
António Costa Silva partex

Costa Silva. Um astronauta ao contrário para remexer a fundo no país?

TIAGO PETINGA/LUSA

António Mexia recusou responder ao juiz Carlos Alexandre no caso EDP

Pedro Siza Vieira, ministro de Estado, da Economia e da Transição Digital,. Foografia: Manuel de Almeida / LUSA

Siza Vieira. Há 46 mil empresas com pedidos de lay-off renovados

Presidente da CMVM: Estou sempre preparado para sair no dia seguinte